SEGURANÇA PÚBLICA || 18 de dezembro de 2018
Operação Realeza II prende mais seis pessoas

Operação Realeza II prende mais seis pessoas

A Polícia Civil, por meio da DIC - Divisão de Investigação Criminal de Brusque deu continuidade a Operação rekeza, e, em sua segunda etapa, prendeu mais seis pessoas em Brusque. A ação é responsável pelo indiciamento de 23 pessoas pelos delitos de organização criminosa, tráfico de drogas e outros. Das pessoas indiciadas 21 já foram presas e duas estão foragidas.

A Operação Realeza iniciou no mês de janeiro deste ano, tendo por objetivo desmantelar uma organização criminosa que atua na prática de tráfico de drogas e outros crimes na cidade de Brusque.

A primeira etapa da operação ocorreu no mês de setembro, ocasião em que foram presos quinze membros da referida facção criminosa. Após análise dos materiais apreendidos na primeira fase, iniciou-se novo trabalho de investigação, sendo então possível identificar o envolvimento de outros oito membros do grupo criminoso, que tiveram suas prisões decretadas pelo Poder Judiciário.

Em continuidade às investigações, nos dias 14 e 17 de dezembro foi desencadeada a Operação Realeza II, onde mais seis pessoas foram presas e já se encontram recolhidas no sistema prisional de Santa Catarina à disposição da justiça.

As prisões ocorreram em diversas localidades da cidade e durante as investigações foram apreendidas quantias significantes de drogas, valores, arma de fogo artesanal e documentos.

“A DIC de Brusque considera positivo o saldo da operação, acreditando der contribuído de forma positiva para a segurança da população brusquense”, diz a Polícia Civil.

As prisões contaram com o apoio de policiais civis do SIC - Setor de Investigação e Capturas da Delegacia de Polícia Civil da Comarca de Brusque, DPCAMI - Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso de Brusque e policiais militares do 18º Batalhão de Polícia Militar de Brusque.



Fotos