Primeiras doações para Brumadinho (MG) começam a chegar na Defesa Civil de Brusque

Órgão municipal se dispõe a buscar doações, caso alguém não tenha como trazer até a sede

Publicidade
Utilidade pública

A população brusquense atendeu o pedido da Prefeitura de Brusque. Desde às 8h30 deste sábado (26), diversas pessoas se deslocaram até a nova sede da Defesa Civil para realizar a entrega de donativos para as vítimas da tragédia de Brumadinho (MG), onde uma barragem de rejeitos acabou se rompendo.

Foram entregues diversos itens como roupas, água, alimentos, colchões e cobertores. O órgão municipal ficará aberto até às 17h, porém, neste domingo (27), novamente haverá expediente para dar prosseguimento à campanha de arrecadação.

O diretor da Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil de Brusque, Carlos Alexandre Reis, estende um agradecimento a todos os que já doaram qualquer quantidade. Reis pede, ainda, o auxílio do empresariado para que auxiliem com a importante causa.

Primeiras doações para Brumadinho (MG) começam a chegar na Defesa Civil de Brusque
Órgão municipal se dispõe a buscar doações, caso alguém não tenha como trazer até a sede

“Acreditamos que nossos empresários também irão atender nosso chamado para, assim, conseguirmos um excelente volume de doações. A maior necessidade repassada pelo Grupo de Gestão de Crise de Minas Gerais é por água, alimentos, produtos de higiene e limpeza. Porém, qualquer coisa ajuda. Nosso telefone é o (47) 3396-7413 ou, então, o 199. Nos dispomos, inclusive, a ir buscar as doações, caso alguém não tenha condições de trazer”, finaliza.

Até o fechamento desta reportagem, ocorrido aproximadamente duas horas depois do início dos trabalhos de arrecadação, já haviam sido contabilizados mais de 400 roupas, 43 calçados, 11 bolsas, 12 garrafões de água, um colchão, cinco cobertores e cerca de 50 kg de alimentos não perecíveis.

Publicidade
Últimas notícias

Brusque registra 321º óbito relacionado a Covid-19

Brusque registrou, neste sábado (16), o óbito de número 321 associado ao coronavírus. Trata-se de uma mulher de 70...
Publicidade
WhatsApp chat