Perturbação do sossego lidera chamadas para a PM em SC nos últimos anos

Especialistas em segurança acreditam que outros chamados mais graves poderiam ser atendidos no Estado caso houvesse mais diálogo

Outras notícias da semana

Retorno às aulas presenciais na região é tema de reunião

Na tarde desta terça-feira (24) foi realizada no gabinete do prefeito Jonas Paegle uma reunião para discutir o cenário para retorno das aulas presenciais...

Com rua Poço Fundo interditada, condutores de veículos terão duas opções

Na segunda-feira (30) reiniciam as obras na rua Poço Fundo, onde será feito drenagem, pavimentação asfáltica e passeio. Devido às obras, a rua ficará...

Philarmonia Brusque lança no dia 6 de dezembro o Camarote Virtual com clipes natalinos

Depois de muitos ensaios, captura de imagens e gravações em estúdio, a Philarmonia Brusque está com tudo pronto para o lançamento do Camarote...

Presidente da Câmara de Brusque fala sobre votação do orçamento e resultados das eleições municipais

Na manhã desta terça-feira, 24, o Jornal da Diplomata recebeu o vereador Ivan Roberto Martins (DEM), presidente da Câmara Municipal de Brusque, para falar...

Nos últimos anos o Brasil e Santa Catarina vivem uma escalada na violência com aumentos de diversos delitos e a luta das forças de segurança pública contra o crime organizado. Mas, para surpresa de todos a maior demanda de trabalho da Polícia Militar vem da própria população “cidadão comum”, incomodado com o barulho gerado pelos vizinhos.

Em 2017das cerca de 904 mil ligações atendidas pelos agentes no Estado, 129.857 (14,36% do total) eram para restabelecer o sossego de moradores nos mais diversos tipos de reclamações como som alto, barulho reproduzidos por animais, eventos com acumulo de pessoas e outros.

Especialistas em segurança acreditam que outros chamados mais graves poderiam ser atendidos no Estado caso houvesse mais diálogo entre os moradores, já que a PM trabalha não só com a repressão de crimes, mas também com a prevenção.

Outro fato que traz transtornos para corporação policial é que mesmo no seu direito, os denunciantes na maioria dos casos são querem ser identificados, temendo represália por parte do “barulhento”.

Na cidade de Brusque não foi diferente a demanda para o atendimento de Perturbação do Trabalho e Sossego Alheio nos dois últimos anos. Em 2017 foram 923 atendimentos, em 2018: 1192.

Segundo o Major Heintje Heerdt, subcomandante da Polícia Militar de Brusque, o cidadão está em seu direito acionar a PM, mas, outra dificuldade é que muitos não querem de identificar para não criar atrito com o vizinho denunciado, fato que também prejudica o trabalho dos policiais.

Áudio com o Major Heintje Heerdt, subcomandante da PM de Brusque.

Comportamento humano

O aumento do individualismo e a diminuição do respeito entre os cidadãos em cidades cada vez mais populosas e com circulação de pessoas são dois dos principais gatilhos que justificariam a dificuldade do bem relacionamento humano.

zezinhonovo
Professor Zezinho falando sobre o comportamento dos indivíduos em sociedade.

O professor doutor José Francisco dos Santos (Zezinho), graduado em Filosofia pela Unifebe, Especialista em Fundamentos da Educação pela FURB, Mestre e Doutor em Filosofia pela PUC/SP e docente das Faculdades São Luiz e da Unifebe, também apresentou sua visão sobre esse comportamento.

Sonora com o Professor Zezinho.

Últimas postagens

COVID-19: Boletim epidemiológico de 29 de novembro

Brusque registrou nas últimas 24 horas 219 novos casos de Covid-19. Agora, a cidade conta com 9.084 pessoas que já contraíram a doença. Deste...

Veículo capota na Rua do Cedro

Um capotamento de veículo foi registrado por volta das 13h30 deste domingo, 29. O acidente ocorreu na Rua do Cedro, no bairro Dom Joaquim....

Brusque registra o 65º óbito relacionado a Covid-19

Brusque registra o 65º óbito relacionado a Covid-19 A Vigilância em Saúde informa o 65º óbito por Covid-19 em Brusque. Trata-se de uma mulher, de...

Governador anuncia reativação de 205 leitos de UTI para tratamento de Covid-19 em SC

Em webconferência com presidentes de associações e diretores de hospitais filantrópicos, o chefe do Executivo estadual garantiu o repasse de R$ 44 milhões, até...

Homem embriagado é detido após agredir esposa e ameaçar a filha com martelo

Um homem de 32 anos foi detido após agredir a companheira e amaçar a filha de oito anos. A ocorrência foi registrada por volta...
Publicidade
WhatsApp chat