Conferência debate direito das crianças e adolescentes

O evento ocorreu durante todo o dia no auditório da Paróquia São Luiz Gonzaga.

Publicidade
Utilidade pública

Foi realizada em Brusque nesta segunda-feira (25) a 11ª edição da Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. O evento ocorreu durante todo o dia no auditório da Paróquia São Luiz Gonzaga e foi promovido em parceria entre a Prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Assistência Social e Habitação, e o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescência).

A proposta da realização da conferência é avaliar os avanços do município na garantia dos direitos da criança e do adolescente, bem como a construção de propostas e ações para a afirmação da proteção integral a estes jovens e adolescentes nas políticas públicas. “É importante que todos estejam envolvidos no enfrentamento a todos os tipos de violências”, destacou o secretário de Assistência Social e Habitação, Deivis Junior.

conferencia
Secretário de Assistência Social e Habitação falando na conferência.

Ele ressalta que atualmente a política de Assistência Social de Brusque possui dois Cras (Limeira e Azambuja) onde o principal objetivo é a prevenção. “Temos também o Creas – que é um serviço especializado para atendimento às famílias que por ventura vivenciaram algum tipo de violação de direitos”, complementa.

Segundo o secretário, somente em 2018 o Creas inseriu 71 novos casos para acompanhamento familiar envolvendo crianças e adolescentes. “Foi identificado que o direito mais violado em Brusque foi a violência intrafamiliar (física ou psicológica). Por isso reforço sobre a importância de trabalharmos para que nossas crianças estejam protegidas integralmente”, observa.

“Por fim, temos na Alta Complexidade o Serviço de Acolhimento Familiar em Família Acolhedora, que atualmente conta com quatro famílias cadastradas e aptas para acolher, caso alguma criança ou adolescente brusquense necessite de proteção”, complementa o secretário.

A conferência também serviu para elaborar propostas para a ampliação do orçamento relacionado ao Fundo da Infância e Adolescência (FIA). “Em 2018, foram contemplados 7 projetos e em 2019 trabalharemos para contemplar ainda mais. Também queremos afirmar que a Assistência Social continua como forte parceira do CMDCA, sobretudo no sentido de trabalhar na ampliação de arrecadação para o FIA”, ressalta.

Ao fim do encontro, houve a aprovação de 15 propostas de ações visando a garantia e a qualificação das políticas sociais. Os temas debatidos na conferência foram: garantia dos direitos e políticas públicas integradas e de inclusão social; prevenção e enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes; orçamento e financiamento das políticas para crianças e adolescentes; participação, comunicação social e protagonismo de crianças e adolescentes; e espaço de gestão e controle social das políticas públicas de promoção, proteção e defesa dos direitos das crianças e adolescentes.

Fonte: Texto – Secom Brusque.

Publicidade
Últimas notícias

Assinada ordem de serviço para obra na Ponte Prefeito Antônio Heil (ponte do Guarani)

Empresa contratada pelo município tem prazo de 90 dias para executar os trabalhos Em ato realizado no Gabinete do Prefeito,...
Publicidade
WhatsApp chat