José Zancanaro se manifesta na sessão da Câmara sobre processo judicial

Outras notícias da semana

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta segunda-feira (22)

O novo boletim epidemiológico, divulgado nesta segunda-feira (22), aponta que Brusque tem 17.049 casos confirmados da covid-19. Nas últimas 24 horas foram registrados 101...

Ações e atribuições da Procuradoria Geral, foram temas de entrevista com Dr. Edson Ristow, Procurador Geral de Brusque

Na manhã deste sábado, 27, o Jornal da Diplomata destacou entrevista especial com Dr. Edson Ristow, Procurador Geral do Munícipio de Brusque. Na oportunidade...

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta quarta-feira (24)

Nas últimas 24 horas foram registrados 56 novos casos da doença e 1 óbito O novo boletim epidemiológico, divulgado nesta quarta-feira (24), aponta que Brusque...

Técnico do Carlos Renaux fará estágio no Metropolitano durante o Estadual

Técnico do Carlos Renaux fará estágio no Metropolitano durante o Estadual Time de Blumenau também terá dois jogadores do Vovô na equipe que disputa o...

O presidente da Câmara de Vereadores de Brusque, José Zancanaro, se manifestou sobre a condenação ao processo judicial que responde no caso em que na oportunidade era Secretário Municipal de Educação.

Entenda na reportagem.

Zancanaro se pronunciou na sessão do legislativo desta terça-feira, 12. Um dos pontos levantados pelo vereador foi em relação a nota emitida pela Prefeitura de Brusque após a divulgação do caso na imprensa, a qual lamentou e classificou como “tentativa de desvirtuar a responsabilidade quando não lhe é politicamente favorável.

O presidente da Câmara ainda disse que intenção não é gerar um impasse entre o Poder Legislativo e o Poder Executivo.

O vereador reafirmou que não cometeu nenhum ilícito e irá recorrer em grau de recurso no Ministério Público de Santa Catarina.

Leia as declarações dadas;

“Sempre perquiri o interesse público, buscando priorizar o bom andamento das atividades educacionais em nossa cidade. Vários ganhos foram registrados em minha atuação perante a Secretaria de Educação. Sempre pautei minha conduta pelos princípios da legalidade e moralidade pública”, disse, ao declarar inconformismo com as manifestações púbicas de pré-julgamentos que enfrenta.

“Tenho plena convicção de minha inocência, no que diz respeito aos fatos articulados neste processo. Não tenho responsabilidade alguma que possa resultar em penalidades à minha pessoa, ao contrário do que foi propagado. Buscaremos comprovar isso em grau de recurso, junto ao Ministério Público de Santa Catarina [ MP-SC]”, frisou Zancanaro.

Nota da Prefeitura Municipal

“Quero apenas deixar claro, publicamente, que estes fatos serão oportunamente decididos no julgamento final do caso e, tenho certeza, serão revertidos”, disse.  “Quero repudiar a tentativa de se querer manipular a opinião pública a fim de desmoralizar a minha imagem. Reafirmamos que somos inocentes, injustiçados e iremos recorrer ao MP-SC. Até o momento, ainda não fomos notificados”, encerrou o parlamentar.

Últimas postagens

Brusque registra a 137ª morte relacionada a Covid-19

A Vigilância em Saúde de Brusque registrou na manhã desta segunda-feira (1º de março), a 137ª morte relacionada ao Coronavírus na cidade. Trata-se de...

Professora fala sobre programa Declare Certo, da Unifebe

Com o intuito de auxiliar a comunidade nos trâmites para a Declaração do Imposto de Renda, o curso de Ciências Contábeis do Centro Universitário...

Obituário de sábado, domingo e segunda (de 27/02 a 01/03)

Funerária Brusque - Faleceu às 6h31 de sábado (27), com 76 anos, Joselino Petri Batista, que morava no bairro Dom Joaquim. Sepultamento ocorreu às...
Publicidade
WhatsApp chat