Vacinação contra a Febre Amarela será intensificada em Brusque a partir desta semana

Outras notícias da semana

Sinos da igreja Matriz passam por mudança de sistema

Finalizou na tarde desta quarta-feira, 18 de novembro, a substituição no sistema de controle dos quatro sinos da igreja Matriz São Luís Gonzaga. Através...

UNIFEBE promove gincana virtual com terceirões de Brusque e região

Em uma semana os estudantes do 3º ano do Ensino Médio das escolas de Brusque e região serão desafiados a pôr à prova a...

Principais acidentes atendidos pelo Corpo de Bombeiros

Próximo às 10h10 de sábado, 21, uma guarnição do Corpo de Bombeiros de Brusque deslocou-se até a rua Carlos Ristow no Centro de Brusque...

Com foco no Volta Redonda, Brusque FC treina em dois turnos

Pensando no Volta Redonda, o Quadricolor realizou dois treinos nesta terça-feira (24). A primeira parte do treino foi realizada no período matutino, na academia,...

A Prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Saúde, anunciou nesta sexta-feira (5) a ampliação da vacinação contra a Febre Amarela. A medida é necessária para redobrar a prevenção da doença, que já causou um óbito em Santa Catarina. As ocorrências de macacos mortos, sinais de proximidade do vírus, também trouxeram preocupações as autoridades epidemiológicas do Estado e, por isso, observou-se a necessidade de se intensificar as ações.

Entre os dias 8 e 18 de abril, a Policlínica Central, defronte ao Terminal Urbano, estará com horário diferenciado, imunizando a população das 17h às 20h, de segunda à sexta-feira. Quem preferir, pode receber a dose no horário normal, entre 8h e 12h e das 13h às 17h. No dia 13 de abril – um sábado – ocorre mais um dia de intensificação, onde, além da Policlínica, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Limeira também estará aberta, totalizando seis salas de vacinação.

Nas próximas duas semanas, várias unidades também estarão abertas para aplicação da dose entre 17h e 20h, conforme o cronograma divulgado nesta sexta-feira (5).

Entre os dias 8 e 12 de abril, os atendimentos serão nas UBS Bateas, Santa Rita, Limeira, Cedrinho, Dom Joaquim, Poço Fundo, Santa Terezinha e rua Nova Trento. Já entre 15 e 18 de abril, será a vez dos postos do Jardim Maluche, Águas Claras, Steffen, Guarani, São Luiz, Cedrinho e Planalto.

“Em virtude das ocorrências de óbito e da morte de macacos em Santa Catarina, optamos em intensificar ainda mais a campanha. Queremos chamar atenção de toda a sociedade para que procure uma unidade de saúde em busca da vacina, pois ela é a única forma de prevenção”, destaca a enfermeira Natália Cabral Marchi, da Vigilância Epidemiológica de Brusque.

Até o meio dia desta sexta (5), 11.826 doses já foram aplicadas na cidade em 2019. O Secretário de Saúde, Humberto Martins Fornari comenta que a meta é atingir mais 20 mil pessoas vacinadas com essa intensificação. “Nosso pedido especial são para que os pais levem seus filhos e que também busquem se imunizar contra a Febre Amarela”. Podem se vacinar, pessoas entre nove meses e 59 anos.

Vacinação contra a Influenza

A Campanha Nacional de Imunização Contra a Influenza deste ano será realizada entre os dias 10 de abril e 31 de maio, sendo que no dia 4 de maio – sábado – ocorrerá o “Dia D”, com intensificação em toda a rede. Segundo a meta do Ministério da Saúde, Brusque precisa aplicar 28.924 doses no público-alvo.

Na cidade, 9.913 idosos com idade superior a 60 anos formam o grupo de maior objetivo da campanha. Logo em seguida, vêm os portadores de doenças crônicas (5.911), crianças entre 2 e 4 anos (4030); entre seis meses e 2 anos (2.597) e trabalhadores da saúde com 1.964 pessoas, completando as cinco maiores faixas de vacinação.

Este ano, crianças com idade até cinco anos, onze meses e vinte e nove dias, também serão obrigadas a tomar a vacina. O público-alvo ainda inclui gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, professores da rede pública e privada, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A vacina contra a Influenza estará disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde e na Policlínica Central. O usuário precisa levar documentos com foto, além da Carteira Nacional de Vacinação.

“Acreditamos que, assim como nos anos anteriores, vamos conseguir alcançar a meta, pois não ficamos abaixo de 90% de imunização do público-alvo”, finaliza o Humberto Fornari.

Últimas postagens

Interligado – Resultado de 25 de novembro de 2020

Pizza grande 3 sabores (tradicionais) da Ramalhone Pizzaria, 100% Delivery entregue na sua casa. Ramalhone mais que uma pizza, uma verdadeira experiência...

Nova matriz de risco classifica 13 regiões com nível gravíssimo em SC

A atualização do risco potencial das regiões do estado segue no mapa divulgado pelo Governo do Estado. Todas as regiões do estado estão em...

Vizinhos apagam princípio de incêndio em residência no Bateas

O Corpo de Bombeiros foi mobilizado para combater um incêndio em residência, por volta das 11h desta terça-feira, 24. O sinistro foi registrado na...
Publicidade
WhatsApp chat