Jovem é hospitalizado após ser atingido por disparo acidental de arma de pressão

O Centro de Operações da Polícia Militar - COPOM, foi informado na madrugada desta segunda-feira (8), sobre uma lesão corporal culposa – sem intenção.

Publicidade
Utilidade pública

O Centro de Operações da Polícia Militar – COPOM, foi informado na madrugada desta segunda-feira (8), sobre uma lesão corporal culposa – sem intenção.

O caso foi registrado no bairro Azambuja, após um jovem chegar no Hospital Azambuja com ferimentos causados por uma arma de pressão. Uma guarnição foi até o local, verificou que a situação era verídica e conversou com a mãe da vítima. Ela relatou que no sábado à noite, dia 6, seu filho mais novo, de 14 anos, estava brincando com uma arma de pressão, mas que não sabia que a mesma estava carregada. Ele apertou o gatilho e atingiu a cabeça de seu irmão mais velho, de 19 anos.

Conforme a família, somente nesta madrugada resolveram encaminhar o filho no hospital, onde foi constatado se tratar de uma lesão grave.

Devido a esta situação, a Polícia Militar foi até a casa da família e conduziu o menor (autor do disparo) e seu pai, juntamente com a arma de pressão, até a Delegacia de Polícia Civil para providências cabíveis.

Publicidade
Últimas notícias

Veículo capota após colisão na rua Felipe Schmidt, no Centro

O Corpo de Bombeiros foi acionado para uma colisão entre dois carros, por volta da 0h30 deste domingo, 13....
Publicidade
WhatsApp chat