MPSC ingressa com ação por mais segurança na Rodovia Antônio Heil

Outras notícias da semana

Secretaria de Educação esclarece sobre retorno das aulas e protocolos de segurança

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (22), a secretária de Educação de Brusque, Eliani Aparecida Busnardo Buemo, esclareceu sobre a volta às...

Represa da ETA Zantão será desassoreada neste domingo, 21

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque informa que realizará, neste domingo, 21 de fevereiro, mais uma etapa dos desassoreamentos...

Diretora de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Brusque fala sobre vacinação contra a COVID

Na última terça-feira ocorreu uma coletiva de imprensa na Secretaria de Saúde de Brusque sobre os números da vacinação e a situação de momento...

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta terça-feira (23)

Nas últimas 24 horas foram registrados 74 novos casos da doença O novo boletim epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (23), aponta que Brusque tem 17.123 casos...

A falta de segurança para os usuários da Rodovia Antônio Heil (SC-486), que liga os Municípios de Itajaí, a partir da BR-101, a Brusque, levou o Ministério Público a ingressar com uma ação civil pública contra o Departamento Estadual de Infraestrutura (DEINFRA). A ação requer ao Poder Judiciário a concessão de medida liminar determinando a construção de passarelas e a instalação de sinalização adequada e controladores de velocidade.

A ação foi ajuizada pela 13ª Promotoria de Justiça da Comarca de Itajaí, com atuação na área da cidadania e direitos humanos, após apurar em inquérito civil os riscos a que estão submetidos pedestres, ciclistas e motoristas que trafegam pela rodovia.

Na ação, o Promotor de Justiça Maury Roberto Viviani relata que, apesar do DEINFRA informar ao Ministério Público que até meados de 2018 haveria três passarelas instaladas na rodovia -cujas obras de reabilitação já estão em fase final e deveriam ter sido realizadas até a data de 31 de março de 2017 – até o momento nenhuma delas foi concluída, fazendo com que os pedestres, mesmo nos trechos de maior movimento, tenham que atravessar a rodovia de forma perigosa.

A Promotoria de Justiça apurou, ainda, que a sinalização da rodovia se mostra insuficiente ou mesmo inadequada, em dissonância com o projeto original da duplicação da rodovia, o que, aliado ao excesso de velocidade constantemente relatado – como no caso de um veículo flagrado a mais de 200Km/k por um radar móvel da Polícia Rodoviária – amplia os riscos aos usuários da via pública.

Assim, o Promotor de Justiça requereu na ação medida liminar para que, em no máximo seis meses, todas as travessias de pedestres estejam concluídas e a sinalização prevista no projeto inicial seja instalada, em especial as placas indicativas e tachões reflexivos delimitando os acostamentos. O Ministério Público pede na ação, ainda, a instalação de pelo menos três controladores de velocidade a fim de inibir os excessos. Os pedidos do MPSC ainda não foram avaliados pelo Poder Judiciário.

Últimas postagens

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta sexta-feira (26)

O novo boletim epidemiológico, divulgado nesta sexta-feira (26), aponta que Brusque tem 17.313 casos confirmados da covid-19. Nas últimas 24 horas foram registrados 65...

Endorfina – Resultado sorteio de 26 de fevereiro.

Pizza grande 3 sabores (tradicionais) da Ramalhone Pizzaria, 100% Delivery entregue na sua casa. *** Ganhador: Naira Pavesi ***

CDL Guabiruba orienta associados sobre Decreto Estadual

Com base nas últimas informações divulgadas pelo Governo do Estado, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Guabiruba – CDL orienta seus associados, lojistas e...

Na próxima segunda-feira (1º) vai ser aberta agenda para vacinação contra covid-19

A prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Saúde, inicia na próxima semana o agendamento on-line para a vacinação da covid-19 para profissionais...

Paróquia São Luís Gonzaga suspende missas abertas ao público

Em obediência ao novo decreto emitido nesta sexta-feira, 26 de fevereiro, pelo Governo de Santa Catarina, estão suspensas as celebrações abertas ao público neste...
Publicidade
WhatsApp chat