Audiência Pública apresenta dados coletados para o Plano de Mobilidade Urbana de Brusque

A conversa promovida pelo Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE) em parceria com a prefeitura mostrou à comunidade o primeiro diagnóstico

Outras notícias da semana

Professores do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE) integrantes da comissão técnica, representantes do Poder Público, acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo e comunidade se reuniram na noite de terça-feira (18), no auditório do Bloco C, da UNIFEBE, para tratar do futuro da mobilidade urbana de Brusque.

A Audiência Pública apresentou os dados coletados de fevereiro até agora, e configura uma das etapas do desenvolvimento do Plano Municipal de Mobilidade Urbana, que vem sendo elaborado pela UNIFEBE e prefeitura, com a consultoria do doutor em Gestão de Trânsito e professor da Universidade de Karlsruhe, na Alemanha, Christoph Hupfer.

De acordo com o professor de Arquitetura e Urbanismo da UNIFEBE, Francisco Alberto Skorupa, essa ainda não é a proposta finalizada, e sim a apresentação de todos os dados e informações levantadas durante os quatro meses de estudo.

Público acompanhando as palestra da Audiência de Mobilidade Urbana.

Uma equipe multidisciplinar de arquitetos, engenheiros, profissionais de sistemas, advogados e psicólogos já vem realizando essa análise, e teve como base os principais problemas e as possíveis soluções citadas pelos moradores, em audiências promovidas nos bairros.

Por meio de questionários, os profissionais puderam entender as principais demandas e organizá-las com os números obtidos com as entidades parceiras, como a prefeitura, Associação Empresarial de Brusque (ACIBr) e Câmara dos Dirigentes Lojistas de Brusque (CDL).

“Muitos dados que apresentamos foram desenvolvidos com a análise, uma vez que o município não tinha esses levantamentos. Com todas essas informações organizadas e apresentadas em um relatório, conseguimos produzir um diagnóstico para, agora sim, pensar em ações que melhorem a mobilidade no município”, destaca Skorupa.

O secretário de Trânsito e Mobilidade de Brusque, Renato Bianchi, agradeceu o empenho da UNIFEBE no desenvolvimento do plano. “Precisamos pensar no futuro da nossa cidade, que cresce diariamente. Esses dados hoje apresentados, servirão para o planejamento de melhorias a médio e longo prazo”.

Pela primeira vez, a moradora do bairro Santa Terezinha, Ana Letícia Libardo, participou de uma Audiência Pública sobre o Plano Municipal de Mobilidade Urbana. Por vivenciar diariamente dificuldades com mobilidade em Brusque, sentiu interesse em entender e participar do processo. “Como cidadã vejo a importância de vir somar forças com ideias e propostas. A gente que está todos os dias na rua, pode contribuir com sugestões para melhorar o trânsito”.

A comissão técnica segue com o levantamento de dados para finalizar as propostas que devem ser entregues à prefeitura até o fim de setembro.

SourceRedação

Últimas postagens

Publicidade
WhatsApp chat