Brusque novamente entre as cidades que têm menores taxas de homicídios do Brasil, diz Ipea

Outras notícias da semana

Polícia Militar aborda veículo e apreende drogas e munições

A Polícia Militar apreendeu drogas e munições durante abordagem de um veículo na rodovia Antônio Heil, por volta das 18h40, nas imediações do bairro...

Com foco no Volta Redonda, Brusque FC treina em dois turnos

Pensando no Volta Redonda, o Quadricolor realizou dois treinos nesta terça-feira (24). A primeira parte do treino foi realizada no período matutino, na academia,...

Beira Rio ganha três diferentes tipos de Girassol

Quem passa pela Beira Rio, próximo a Ponte Estaiada, agora pode admirar três diferentes espécies de Girassóis florescendo no local. Também é possível observar...

Sintrivest recomenda às empresas o pagamento integral do 13º Salário

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário de Brusque e Região (Sintrivest) encaminhou nesta semana, um ofício a todas as empresas de contabilidade,...

As cidades de Jaraguá do Sul e Brusque estão entre as que possuem as 10 menores taxas de homicídios, entre os municípios com mais de 100 mil habitantes do Brasil.

Os números são referentes ao ano de 2017. De acordo com o Ipea, Jaraguá do Sul registrou 5,5 mortes para cada 100 mil habitantes naquele ano. Houve um total de nove mortes violentas, que o instituto considera como homicídios. Esse resultado deixou a cidade catarinense na quarta posição, entre os 310 municípios avaliados em todo o Brasil.

Na quinta posição da lista aparece Brusque, onde os sete homicídios registrados pela pesquisa representaram uma taxa de 5,8 mortes para cada 100 mil habitantes.

Segurança Publica
Órgãos da Segurança Pública em Brusque. (Foto: Arquivo / Diplomata FM)

Já os três primeiros lugares ficaram com as cidades de Jaú (2,7), Indaiatuba (3,5) e Valinhos (4,7), todas em São Paulo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina, a tendência é de que o número de homicídios dessas e das demais cidades catarinenses continue a se reduzir. De acordo com o balanço semanal divulgado nesta segunda-feira pela pasta, desde 2016, o número de mortes violentas vem caindo no Estado.

Em 2017, ano em que o Ipea usou no estudo, a SSP-SC registrou 987 homicídios em Santa Catarina. No ano seguinte, 775 pessoas foram mortas. Para este ano, a tendência é que haja uma nova queda. Isso porque no período de 1º de janeiro a 5 de agosto de 2018, houve 505 homicídios no Estado. Já neste ano, no mesmo recorte, foi registrado um total de 399 mortes violentas.

(Com informações do Jornal Diário Catarinense)


Últimas postagens

Endorfina – sorteio de 25 de novembro.

Torre de Chope do Sombreiro Choperia. De terça a sábado a partir das 18h, novo ambiente com um super cardápio e chope sempre gelado....

Polícia Civil prende homem por tráfico, posse de munição e com mandado em aberto

No início da tarde desta quarta-feira (25) policiais civis da Divisão de Investigação Criminal de Brusque, da Delegacia de Polícia da Comarca de Brusque...

Guabiruba implementa restrições após matriz de nível gravíssimo para Covid-19

Com a mudança da matriz de risco para gravíssimo em toda a região do Médio Vale, a Prefeitura de Guabiruba continua a seguir as...

Interligado – Resultado de 25 de novembro de 2020

Pizza grande 3 sabores (tradicionais) da Ramalhone Pizzaria, 100% Delivery entregue na sua casa. Ramalhone mais que uma pizza, uma verdadeira experiência...

Nova matriz de risco classifica 13 regiões com nível gravíssimo em SC

A atualização do risco potencial das regiões do estado segue no mapa divulgado pelo Governo do Estado. Todas as regiões do estado estão em...
Publicidade
WhatsApp chat