Condenado homem que matou a esposa em 2017

Publicidade
Utilidade pública

Ademar do Amaral, 45 anos, foi condenado a pena de 18 anos de reclusão em regime fechado pela prática do crime de homicídio quadriplamente qualificado, pelo motivo fútil, asfixia, surpresa e feminícidio. Não foi concedido ao réu o direito de recorrer em liberdade. Esse é o resultado do Júri Popular realizado nesta segunda-feira, 16, na sala do Tribunal do Júri do Fórum de Brusque.

Momento em que o juiz Edemar profere a sentença do réu
Momento em que o juiz Edemar profere a sentença do réu. (Foto: Diplomata FM)

O crime ocorreu no dia 20 de maio de 2017, no bairro Santa Luzia. A vítima, Elisiane Raquel Gomes do Amaral, foi morta por Ademar após uma noite de desentendimento entre o casal.

Elisiane morreu asfixiada por uma corda utilizada pelo acusado e teve o corpo abandonado no bairro Bateas. Ademar confessou o crime ao se apresentar na polícia dias depois, na presença de um advogado.

Depois da realização do Júri Popular, Ademar foi preso e cumprirá a sentença na Unidade Prisional Avançada – UPA.

Júri Popular
Familiares de Elisiane acompanharam o julgamento vestindo camisas em memória da vítima. (Foto: Diplomata FM)

Resumo

De acordo com o resumo do processo judicial, o acusado Ademar confessou ter matado Elisiane, depois que o casal esteve em um baile na cidade de Gaspar e por crises de ciúme tiveram um desentendimento. Após deixarem o local, já na residência, o casal teve uma nova discussão, momento em que Ademar, alterado, pegou uma corda e asfixiou a vítima – provocando a morte.

Posteriormente, o corpo de Elisiane foi colocado em um veículo e Ademar o levou até a Estrada da Boêmia, no bairro Limeira – onde tirou o pijama e o tapete do carro, para em seguida levar o corpo até a Rua Abraão de Souza e Silva, no bairro Bateas, onde foi abandonado.

Durante a investigação da Polícia Civil, o acusado Ademar se apresentou na delegacia e confessou o crime, na presença de um advogado.

O Júri Popular foi acompanhado por vários familiares de Elisiane, vestindo camisas com a frase “Todos Unidos por Justiça!”.

Publicidade
Últimas notícias

Covid-19: Brusque abre agendamento para vacina a pessoas com 33 anos ou mais

Imunização deste público ocorre na quinta-feira, dia 05, nos dois Centros de Vacina A Prefeitura de Brusque, por meio da...
Publicidade
WhatsApp chat