Conheça o aplicativo ‘PMSC Cidadão’, lançado nesta sexta-feira, 22

Conheça o aplicativo 'PMSC Cidadão', lançado nesta sexta-feira, 22

Outras notícias da semana

Metalúrgicos de Brusque terão reajuste salarial acordado na Convenção Coletiva

Os trabalhadores metalúrgicos de Brusque e região terão, a partir do pagamento referente a janeiro, aplicado o reajuste salarial de 3%. O percentual cumpre...

PM registra arrombamento de loja durante a madrugada deste sábado, 9

Um estabelecimento commercial foi arrombado durante a madrugada deste sábado, 9, por volta das 3h40min, no Centro. De acordo com a Polícia Militar, o...

Polícia Civil prende suspeito de ameaça, descumprimento de medida protetiva e divulgação de foto íntima sem consentimento da vítima

Na manhã desta quinta-feira (14), policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) e do Setor de Investigação Criminal...

Presidente da CDL avalia compras de final do ano e destaca inovações no comércio

O presidente da CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas, Fabrício Zen, esteve ao vivo no Jornal da Diplomata na manhã desta quarta-feira, 13. Em...

Com lançamento marcado para esta sexta-feira, em Florianópolis, o aplicativo PMSC Cidadão permite que mulheres vítimas de violência doméstica possam acionar a Polícia Militar através de um botão de pânico. Pelo programa, as pessoas poderão ainda entrar em contato com o 190 para avisar de uma ocorrência, além de enviar fotos, áudios e vídeos. O sistema já está disponível desde esta quinta-feira (21) nas lojas de aplicativos do iOS e Android.

O sistema já está disponível nas lojas de aplicativos do iOS e Android. (Foto: Diplomata FM)

Antes de acessá-lo, é necessário informar CPF, foto, nome, data de nascimento, e-mail, telefone, endereço, além de outros dados complementares. Durante o atendimento da ocorrência é que o denunciante será identificado e o celular passa a ser rastreado pela PM para rapidez na resposta e contenção de trotes.

Além disso, é aberto um canal de conversa entre a central, o cidadão e a viatura. Pessoas com deficiência auditiva poderão usar o equipamentos para acionar o ocorrência. Caso o cidadão esteja em uma área sem internet, o aplicativo vai direcioná-lo diretamente para a ligação à central do 190.

A viatura não poderá ser rastreada, mas ele receberá informações do status do atendimento. Até maio de 2020 a promessa da PM é que o aplicativo terá outras funções como os programas Rede de Vizinhos, Rede de Segurança Escolar, Rede de Segurança Rural, Proerd, SOS Desaparecidos e Futebol Seguro, além de outros serviços.

O custo do programa foi de R$ 202.493,30, além dos servidores de armazenagem dos sistemas, com valor de R$ 270 mil, pagos pelo Fundo para Reconstituição de Bens Lesados do Ministério Público de Santa Catarina.

O sistema já está disponível nas lojas de aplicativos do iOS e Android. (Foto: Diplomata FM)

Últimas postagens

Guabiruba registra 14 novos casos de Covid-19 nas últimas horas

Guabiruba registrou 14 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h na cidade. Foram confirmados casos em dez mulheres e quatro homens. Os testes foram...

Governo do Estado divulga calendário de feriados e pontos facultativos de 2021

O Governo de Santa Catarina definiu o calendário que fixa os feriados e pontos facultativos de 2021, válido para os órgãos da administração direta,...

Com obras de manutenção, Ponte da Cristalina terá trânsito interditado a partir de segunda-feira, 18

Com o objetivo de melhorar a trafegabilidade entre Brusque e Guabiruba na rua Cristalina, bairro Dom Joaquim, a Prefeitura dos dois municípios, por meio...

Conversando com Você de 15 de janeiro de 2021

Conversando com Você de 15 de janeiro de 2021. Ouça!
Publicidade
WhatsApp chat