Câmara concede honraria legislativa pelos 30 anos da criação da Urna Eletrônica em Brusque

Outras notícias da semana

A sessão da Câmara desta terça-feira, 11, foi marcada pela entrega da Comenda Legislativa ao ex-desembargador de justiça, Carlos Roberto Prudêncio, pelos 30 anos de criação Urna Eletrônica, que em 1989 revolucionou o sistema de votação eleitoral no Brasil – dando ao município de Brusque o título ““Berço do Voto Eletrônico”.

Na época, Carlos Prudêncio era então juiz da 5ª Zona Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC).

Ex-desembargador de justiça, Carlos Roberto Prudêncio
Ex-desembargador de justiça, Carlos Roberto Prudêncio, na Câmara de Vereadores de Brusque (Foto: Assessoria de Imprensa/Câmara).

“Brusque é pioneira em tudo aquilo que se pode imaginar nos próximos 50, 100 anos. O projeto já previa o sistema de interligação de todo sistema de votação, para que em fração de segundos já teríamos todos os eleitos. É nosso, é de Brusque, uma honraria para nossa cidade”, destacou Prudêncio.

Confira a explicação completa dada pelo ex-desembargador, Carlos Prudêncio, na Câmara.

O historiador Celso Deucher, responsável pelo documentário exibido na sessão, que contou a história da criação da urna eletrônica, comentou sobre a importância da criação do sistema e os desafios atuais do processo de votação no país.

“É importante para o povo relembrar grandes feitos e tivemos muitos que fazem parte do nosso passado. A questão do voto eletrônico é muito atual pois as pessoas dizem que bom votar na urna, mas que ainda não é confiável. Pois, agora nos 30 anos da urna eletrônica, o projeto já previa modernizações que ainda não aconteceram – como a materialização do voto. O voto eletrônico veio para democratizar o ato de votar – é a universalização do voto”, disse Deucher.

Câmara concede honraria legislativa pelos 30 anos da criação da Urna Eletrônica em Brusque
Câmara concede honraria legislativa pelos 30 anos da criação da Urna Eletrônica em Brusque (Foto: Assessoria de Imprensa/Câmara).

A entrega da Comenda Legislativa teve autoria do presidente da Câmara, José Zancanaro.

Na Ordem do Dia, o destaque foi pela aprovação por unanimidade ao projeto de lei que “Autoriza o Poder Executivo a conceder direito real de uso de bens imóveis municipais que especifica à Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque”. A autora do projeto, vereadora Ana Helena Boos, comentou ao Jornal da Diplomata sobre a importância do projeto para expandir os atendimentos da rede feminina.

“Essa foi uma luta desde o começo do mandato para que a Rede Feminina possa aumentar o atendimento do serviço das voluntárias que tanto se dedicam pelas mulheres da nossa cidade, tenho certeza que vai acrescentar neste importante trabalho”, comentou Ana.

CPI da Merenda e da Cesta Básica: Apesar da instalação da Comissão Mista Parlamentar de Inquérito sobre o caso que investiga supostas fraudes no processo licitatório do Fundo Municipal de Assistência Social, não houve divulgação da comissão que irá presidir os trabalhos.

Nos bastidores da casa, a comissão estaria definida, no entanto, articulações políticas não levaram adiante a definição dos nomes – o que ficará para a próxima e última sessão do poder legislativo neste ano de 2019. Pelo que se percebe nos bastidores, a nomeação da comissão passa por uma luta de forças entre membros da oposição e de situação ao governo municipal.  

Últimas postagens

Publicidade
WhatsApp chat