Câmara encerra o ano com a renúncia do presidente Zancanaro; Keka é o interino

Câmara encerra o ano com a renúncia do presidente Zancanaro; Keka é o interino

Publicidade
Utilidade pública
Sessão de terça-feira, 17 de dezembro. (Foto: Câmara de Vereadores de Brusque)

A Câmara Municipal de Brusque realizou sessão ordinária nesta terça-feira, 17 de dezembro, às 17h. Na Ordem do Dia, os vereadores apreciaram os seguintes projetos de lei:
 
1) Em discussão e votação única, Projeto de Lei Complementar nº 21/2019, de origem executiva, que “Altera o art. 3º da Lei Complementar nº 214, de 24 de outubro de 2013, que fixou novos valores de vencimento base para o cargo público de Médico, e criou gratificação por assiduidade e permanência”; este projeto recebeu pedido de vistas por parte do Vereador Lilma que foi aprovado e o projeto retorna a pauta só em 2020.

2) Em discussão e votação única, Projeto de Lei Ordinária nº 90/2019, de origem executiva, que “Autoriza o Poder Executivo a conceder direito real de uso de bem imóvel municipal que especifica à Associação de Radioamadores de Brusque – ARAB”. O referido projeto foi aprovado.

Zancanaro e Ivan Martins renunciam presidência e vice da Câmara

José Zancanaro já havia antecipado a informação na edição desta terça feira  (17) em entrevista ao Jornal  da Diplomata. A expectativa era que o primeiro Secretário da mesa que assumiu a presidência vereador Gerson Luís Morelli (Keka) convocasse uma extraordinária em seguida o que não ocorreu. Ouça o momento da renúncia.


Vereador Jean Pirola diz que acordo não foi cumprido

O vereador Jean Pirola saiu esbravejando, assim que o presidente interino encerrou a sessão e já marcou a próxima em caráter ordinário para a primeira terça-feira de fevereiro. O vereador Keka não foi ouvido, porque, ao encerar a sessão, deixou rapidamente o plenário e, embora procurado por nós, até mesmo pela assessoria da casa, não foi mais encontrado no recinto e assim não pode ser ouvido. Mesmo que regimentalmente correta, a atitude do presidente interino, moralmente, não foi. Jean Pirola disse que o acordo foi quebrado. Acompanhe!


Vereador Lima diz desconhecer acordo e apoia decisão de Keka

O vereador Sebastião Lima rebateu as críticas de Pirola, afirmou que o presidente interino foi correto, relembrou outros acordos não cumpridos pelos quais deveriam ter ele como presidente no último ano. Lima chegou a dizer que a “vaidade pessoal já estaria superando até a corrupção nos poderes”. Acompanhe!

Ainda na noite de terça-feira, através de sua Assessoria de Imprensa, a Câmara Municipal emitiu um comunicado a respeito da saída do vereador Keka sem falar com a imprensa ao término da sessão.

“O vereador Gerson Luís Morelli, o Keka (PSB), presidente em exercício da Câmara Municipal de Brusque, por meio da Assessoria de Imprensa desta casa legislativa, pede desculpas à imprensa brusquense por não ter atendido aos jornalistas em plenário após o término da sessão ordinária desta terça-feira, 17 de dezembro, quando assumiu a presidência após a renúncia do presidente José Zancanaro (PSB) e do vice-presidente Ivan Martins (PSD). O vereador Keka comunica que se manifestará em coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 19 de dezembro, às 14h, tendo em vista que nesta quarta-feira ele não estará no município”, diz a nota, assinada pela Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Brusque.

Publicidade
Últimas notícias

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta quarta-feira (28)

47 novos casos da doença foram registrados em Brusque nas últimas 24h O novo boletim epidemiológico divulgado pela Diretoria de...
Publicidade
WhatsApp chat