ANP lança aplicativo para acompanhar preços praticados nos postos

Outras notícias da semana

Prefeitura de Guabiruba registra morte de homem 57 anos por complicações da Covid

Guabiruba registra, com pesar, mais um óbito por Covid-19. O paciente era um homem de 57 anos que possuía hipertensão. Ele deu entrada na...

Idosos acima de 80 vão poder se vacinar contra a Covid-19 neste sábado (27)

Vacinação vai ocorrer no formato drive trhu na Arena Multiuso, agendamento deve ser feito on-line A prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Saúde,...

Declare Certo UNIFEBE inicia nesta segunda-feira (1º)

Com o intuito de auxiliar a comunidade nos trâmites para a Declaração do Imposto de Renda, o curso de Ciências Contábeis do Centro Universitário...

Brusque FC estreia nesta quarta-feira, 24, no Catarinense 2021, diante do Marcílio Dias

O Brusque FC estreia nesta quarta-feira, 24, no Campeonato Catarinense 2021. O confronto será contra o Marcílio Dias, às 20h, no estádio Dr. Hercílio...

 A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) lança no próximo dia 1º de janeiro o aplicativo ANP no posto, que estará disponível para baixar gratuitamente nas lojas Play Store e App Store.

O aplicativo será lançado em caráter experimental. A ferramenta possibilitará aos consumidores acesso aos postos próximos de sua localização, bem como aos preços praticados e às informações de qualidade disponíveis.

Segundo informou hoje (20) a ANP, por meio de sua assessoria de imprensa, o aplicativo terá atualização semanal logo após o lançamento. Já a partir do dia 20 de janeiro, a atualização passará a ser diária.

Inicialmente, o aplicativo mostrará somente os dados de Goiás, referentes aos preços praticados pelos postos revendedores, que serão disponibilizados pela Secretaria de Fazenda do estado. A ideia da ANP é que as demais unidades da Federação possam aderir ao aplicativo gradativamente, uma vez que a ferramenta foi desenvolvida para atender a todo o país.

Segundo a ANP, o novo instrumento reforça a proposta da agência de dar mais transparência aos preços e à qualidade praticados no mercado, de modo que o consumidor tenha maior poder de escolha na hora de abastecer seu veículo.

A ANP lembrou, entretanto, que os preços dos combustíveis são livres, por lei, em todas as etapas da cadeia, que são produção, distribuição e revenda.

“Quando a ANP recebe denúncias de preços abusivos ou indícios de cartel, faz estudos de concentração econômica e também ações de campo para constatar se os preços são, de fato, abusivos. Caso constate indícios de concentração econômica, a agência informa ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão que tem a atribuição legal de investigar e punir esse tipo de irregularidade, para abertura de processo”, explicou a assessoria. Comprovada a prática de preços abusivos, a ANP atua então em conjunto com os Procons estaduais para penalizar os infratores.

Últimas postagens

Declare Certo UNIFEBE inicia nesta segunda-feira (1º)

Com o intuito de auxiliar a comunidade nos trâmites para a Declaração do Imposto de Renda, o curso de Ciências Contábeis do Centro Universitário...

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta sexta-feira (26)

O novo boletim epidemiológico, divulgado nesta sexta-feira (26), aponta que Brusque tem 17.313 casos confirmados da covid-19. Nas últimas 24 horas foram registrados 65...

Endorfina – Resultado sorteio de 26 de fevereiro.

Pizza grande 3 sabores (tradicionais) da Ramalhone Pizzaria, 100% Delivery entregue na sua casa. *** Ganhador: Naira Pavesi ***

CDL Guabiruba orienta associados sobre Decreto Estadual

Com base nas últimas informações divulgadas pelo Governo do Estado, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Guabiruba – CDL orienta seus associados, lojistas e...

Na próxima segunda-feira (1º) vai ser aberta agenda para vacinação contra covid-19

A prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Saúde, inicia na próxima semana o agendamento on-line para a vacinação da covid-19 para profissionais...
Publicidade
WhatsApp chat