Secretaria de Obras ainda mantém força-tarefa para recuperar estragos da chuva

Publicidade
Utilidade pública

O Secretário Municipal de Obras, Ricardo de Souza, esteve ao vivo no Jornal da Diplomata na manhã desta terça-feira, 21. De acordo com Ricardo, o início de ano na pasta foi marcado pela força-tarefa empregada para recuperação das chuvas do dia 10 de janeiro, que ainda está em fase de execução.

“Suspendemos toda nossa programação normal que tínhamos para o mês e fazendo todos os esforços para recuperar o município”, disse.

A Secretaria de Obras atuou primeiramente conforme a demanda apresentada pela Defesa Civil, que recebeu os primeiros chamados dos bairros mais afetados: Ponta Russa, Poço Fundo, Águas Claras, Santa Luzia e Limeira.

“Fora os problemas de drenagens que só na última sexta-feira tivemos que sinalizar 18 buracos que surgiram em diversas vias’, frisou Ricardo.

Quanto as frentes de trabalho para retirada de barreira, as ações ainda estão em andamento. Ricardo disse o decreto de situação de emergência traz agilidade para os serviços e evita burocracias.

“Quando nós temos a determinação da Defesa Civil a gente consegue entrar mesmo sem autorização do proprietário ou do vizinho, pois não podemos deixar uma situação de risco de vida, ou leve ao colapso de residências. Além da recuperação de encostas ou ribeirões afetados. O que também nos ajudou foi a aquisição de novos maquinários, para dar uma resposta rápida no dia a dia”, explicou.

Em relação aos trabalhos de rotina, o secretário de obras destacou que foi mantido somente os serviços de tapa-buracos e de manutenção na iluminação pública.

Acompanhe a entrevista concedida ao Jornal da Diplomata.

Ricardo de Souza, Secretário de Obras, no Jornal da Diplomata.
Publicidade
Últimas notícias

Brusque registra 68 novos casos de Covid-19 de domingo para segunda-feira

O novo boletim epidemiológico divulgado pela Diretoria de Vigilância em Saúde no fim da tarde desta segunda-feira (14) indica...
Publicidade
WhatsApp chat