No sufoco e com garra, Brusque vence o JEC na estreia do novo gramado do Augusto Bauer

Publicidade
Utilidade pública

Nove gols, cinco (5) para o Brusque, quatro (4) para o Joinville, pela segunda rodada do Campeonato Catarinense. A partida que varou a noite deste domingo, 26, no novo gramado do estádio Augusto Bauer, ficará na memória do torcedor, pela emoção e uma cronologia que terminou num final feliz para o Bruscão, depois de um embate em campo que parceria querer terminar em derrota para o Marreco.

Brusque vence o JEC pela segunda rodada do estadual neste domingo (26).
Brusque vence o JEC pela segunda rodada do estadual neste domingo, 26 (Foto: Lucas G. Cardoso/BFC).

O Brusque, que no segundo tempo perdia por 4 x 2 e parecia dominado pela astúcia do JEC, buscou com muito sufoco o empate de 4 x 4, já nos acréscimos – o que se assemelharia a um bom resultado. Entretanto, com garra e o apoio da torcida, a vitória surgiu aos 49 minutos, na cobrança de falta que Edu desviou a bola, para morrer no fundo da rede do goleiro Ivan e assim deixar uma marca inesquecível na inauguração do novo gramado.

Antes da bola rolar, Danilo Rezini, presidente do Brusque, saudou a parceria entre o clube, a Havan , a Prefeitura de Brusque
Antes da bola rolar, Danilo Rezini, conduziu um ato simbólico pela parceria com a Havan e Prefeitura de Brusque pela instalação do novo gramado (Foto: Lucas G. Cardoso/BFC).

A vitória esteve sob os olhos do empresário e patrocinador máster do Bruscão, o empresário Luciano Hang, presente do começo ao fim do confronto. Antes da bola rolar, Danilo Rezini, presidente do Brusque, saudou a parceria entre o clube, a Havan , a Prefeitura de Brusque e o Clube Atlético Carlos Renaux, para instalação do novo gramado.

A partida que varou a noite deste domingo, 26, no novo gramado do estádio Augusto Bauer, ficará na memória do torcedor
A partida marcou o primeiro jogo no novo gramado do estádio Augusto Bauer (Foto: Lucas G. Cardoso/BFC).

O jogo

O Brusque teve bons e maus momentos. Começou atrás do placar aos 10 minutos, com gol de Luquinhas. Pressionando, aos 24 minutos, Marcou Antônio aproveitou a sobra na tentativa de João Carlos, empatou o marcador para o time da casa.

Aos 31 minutos, numa virada que demostrou evolução do Brusque na partida, Ianson fez belo cabeceio após a cobrança perfeita de Zé Mateus. No entanto, numa falha da defensiva, aos 37, Trindade deixou tudo igual no fim da primeira etapa.

O segundo tempo começou com o JEC pressionando e melhor em campo, quando aos dois minutos Gustavo faz um belo chute e ampliar – para 3 x 2. Dominado pelo bom entrosamento do JEC, o Brusque sofreu o quarto gol aos 30 minutos numa bela jogada de Lucas de Sá para conclusão fatal de Fernandinho, anotando 4 x 2.

Num lance que pareceu duvidoso para o adversário, houve pênalti marcado para o Brusque, aos 33 minutos (toque de bola na mão que o JEC reclamou não estar dentro da área). Edu partiu para a cobrança e fez 4 x 3. Quando o jogo entrou nos acréscimos, após os 45 minutos da etapa complementar, o melhor da noite estava por vir.

Numa jogada que parecia sem rumo, inesperada, na bola carregada por Alex Sandro, a bola sobrou na área para Tiago Alagoano deixar tudo igual, 4 x 4, – o que já era comemorado como uma vitória nas arquibancadas. Aos 49 minutos, o cruzamento derradeiro que Edu coloca na rede e novamente corre para os braços da torcida.

Atacante Edu, decisivo na vitória
Atacante Edu, decisivo na vitória, marcou de pênalti e sacramentoU a vitória nos acréscimos (Foto: Lucas G. Cardoso/BFC).

O Brusque enfrenta o Avaí, na quinta-feira, às 21h30, pela terceira rodada do Campeonato Catarinense.

Publicidade
Últimas notícias

Brusque FC entra em concentração para enfrentar o Coritiba, nesta terça-feira (3)

O Brusque FC se reapresentou na tarde do último domingo para iniciar a preparação para o jogo contra o...
Publicidade
WhatsApp chat