MPSC recomenda à Polícia Militar para que evite realização de carreatas

Outras notícias da semana

Idosos acima de 80 vão poder se vacinar contra a Covid-19 neste sábado (27)

Vacinação vai ocorrer no formato drive trhu na Arena Multiuso, agendamento deve ser feito on-line A prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Saúde,...

Prefeitura de Guabiruba registra 24º óbito pela Covid-19

A Prefeitura de Guabiruba informa, com pesar, o 24º óbito pela Covid-19 no município. Trata-se de uma mulher de 34 anos que possuía hipertensão...

CDL Guabiruba orienta associados sobre Decreto Estadual

Com base nas últimas informações divulgadas pelo Governo do Estado, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Guabiruba – CDL orienta seus associados, lojistas e...

Mais de mil idosos são vacinadas contra a Covid-19 em Brusque

A vacinação em formato drive-thru foi na Arena Brusque durante o sábado (27) A Prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Saúde, iniciou neste...

A partir de mensagens veiculadas em redes sociais convidando a população para participar de carreatas, o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) elaborou uma minuta de recomendação às Polícias Militar e Civil de Santa Catarina que poderá ser utilizada por Promotores de Justiça quando oportuno.

A minuta prevê que sejam adotadas todas as providências necessárias para evitar a realização de carreatas e, com isso, a propagação do novo Coronavírus no estado.

 O documento recomenda, ainda, que os responsáveis pelos eventos sejam identificados a fim de que a Polícia Judiciária e o Ministério Público possam dar início a uma ação penal pública.

Desobediência, infração de medidas sanitárias e a causa de epidemia mediante a propagação de germes patogênicos estão entre os tipos penais que podem ser caracterizados.

A recomendação considera a publicação, pelo Governo do Estado de Santa Catarina, dos Decretos n. 525/2020 e n. 534/2020, que dão continuidade à adoção progressiva de medidas de prevenção e combate ao contágio pelo novo Coronavírus em Santa Catarina.

Com os decretos, continuam suspensos os eventos e as reuniões de qualquer natureza, de caráter público ou privado, bem como a concentração e a permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivo.

 Como instituição responsável por salvaguardar o regime democrático e os interesses sociais e individuais indisponíveis, o MP catarinense, por meio da atuação proativa, efetiva, preventiva e resolutiva, respeitando as competências constitucionais, mantém-se vigilante.

Entende que avaliação do cenário epidemiológico do Estado de Santa Catarina em relação à infecção pelo novo Coronavírus, bem como a identificação de transmissão comunitária em franca expansão pelo estado, culminam na necessidade de restrição drástica da circulação de pessoas.

Últimas postagens

ACIBr se posiciona contrária ao lockdown de 14 dias

A Associação Empresarial de Brusque (ACIBr) se manifestou contrária ao lockdown em Santa Catarina, através de um ofício elaborado pela Facisc e endereçado ao...

Prefeitos e vereadores unem esforços para controlar o avanço da pandemia na região

Em reunião virtual realizada na tarde de hoje (1º), entre prefeitos e vereadores, a Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi) e...

Prefeito de Brusque participa de reunião com secretário de Saúde do Estado, André Motta Ribeiro

O Secretário de Saúde do Estado, André Motta Ribeiro, esteve nesta segunda-feira (1º) em Brusque. Representando o governador Carlos Moisés, ele visitou o Hospital...

Confira a pauta da sessão ordinária desta terça-feira, 2 de março

A Câmara Municipal de Brusque realiza sessão ordinária nesta terça-feira, 2 de março, a partir das 17h. Por determinação da Portaria n° 16/2021, que...

Secretário de Saúde, Dr. Osvaldo, foi o entrevistado do Programa da Hora desta segunda-feira

O quadro atual da pandemia em Brusque, as ações que vem sendo desenvolvidas pelo poder público municipal, muitas delas, quando não em sua maioria,...
Publicidade
WhatsApp chat