Conselho de Pastores de Brusque emite pronunciamento sobre o Coronavírus (Covid-19)

Comunicado foi emito à imprensa nesta quarta-feira (1º)

Publicidade
Utilidade pública

O Conselho de Pastores de Brusque (Copab), através de reunião com o seu colegiado, realizada nesta quarta-feira (1º), para analisar e refletir as conjecturas da crise gerada pelo Coronavírus e considerando o decreto estadual nº 525 de 17 de março de 2020 e o decreto estadual nº 535, publicado em 30 de março de 2020. Conforme a nota, o Copab fica consternado, neste momento, com as medidas de uma severidade exacerbada, pois entende que, neste momento, o governo estadual poderia mitigar a situação com medidas sanitárias que visem proteger a população que sofre risco eminente de saúde, por sua idade e/ou por comorbidades.  Confira a sequencia da manifestação do Conselho de Pastores de Brusque.

Deveria avaliar a completude da vida, considerando o caos e as consequências que já são nítidas nas famílias catarinenses, evitando a derrocada do sustento  de milhares e do risco da falta do que ter para se alimentar. Isto transcende a manutenção apenas de patrimônio, mas vem de encontro com a subsistência da própria vida e pode gerar consequências ainda imensuráveis, para as próximas gerações.

Após expressar, de forma breve, a nossa avaliação sobre o decreto do senhor Governador do Estado de Santa Catarina, o Conselho de Pastores Brusque recomenda que todos os cultos e atividades presenciais das igrejas cristãs de confissão evangélica CONTINUEM PLENAMENTE suspensos, ao menos até o dia 10 de abril de 2020. As igrejas devem continuar a utilizar, para as suas celebrações, plataformas digitais de streaming, mídias sociais ou quaisquer outros meios de comunicação, onde não ocorrerá aglomerações de pessoas. As atividades referentes a “pequenos grupos ou células e que tenham aglomerações, de igual modo, devem ser suspensas pelo mesmo período.

Assim como é inerente às igrejas, e por garantia constitucional, os templos não ficarão fechados, porém recomendamos, com o objetivo de evitar contágio, que as pessoas que se dirigirem algum templo para as suas orações ou meditações, que adotem os cuidados essenciais, amplamente divulgados pelos órgãos públicos de saúde.

Que os cristãos continuem orando pelos governos de todo o mundo, pelo nosso governo e pelo nosso sistema de saúde, para que haja revisão dos processos que possam garantir recursos para proteger nosso povo. E que o nosso Deus nos dê sabedoria e paz para superarmos este momento, guardando a todos.

O Conselho de Pastores manter-se-à atento a todos os acontecimentos, e comunicar-vos-à toda e qualquer medida, podendo as recomendações serem reavaliadas a qualquer momento, de acordo com a situação epidemiológica do nosso município, estado e nação.

Ainda em tempo, lembramos que os pastores na nossa cidade estarão em prontidão, para bem servir e prestar serviços de capelania e de aconselhamento, sempre que assim for solicitado.

Que o nosso Deus abençoe e guarde o nosso município, estado e nação”, diz a publicação.

Publicidade
Últimas notícias

Covid 19: Confira o boletim epidemiológico desta segunda-feira (10)

73 novos casos da doença foram registrados em Brusque nas últimas 24h  O novo boletim epidemiológico divulgado pela Diretoria de...
Publicidade
WhatsApp chat