TRE-SC orienta sobre prazos de desincompatibilização das Eleições 2020

Tribunal possui uma coletânea para orientar aos interessados no pleito deste ano

Outras notícias da semana

Homem fica ferido após tombamento de caminhão no bairro Limeira

Por volta das 19h30 de sábado, 27, o serviço de segurança da cidade atendeu um tombamento de caminhão na Rua José Walendowski, bairro Limeira....

Médico Phelipe de Souza comenta sobre a segunda onda da Covid-19

O médico alergista e imunologista Phelipe de Souza falou ao Jornal da Diplomata na manhã desta quinta-feira, 26, sobre os impactos da segunda onda...

Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade

Está em vigor, a partir de hoje (1º), a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que restabelece os prazos para a regularização das carteiras...

Polícia Civil prende homem por tráfico de drogas no bairro Azambuja

No início desta tarde desta segunda-feira,30, policiais civis da Divisão de Investigação Criminal de Brusque realizaram a prisão de um traficante no bairro Azambuja. Na...

Quem deseja concorrer às eleições de 2020 e ocupa algum cargo ou função pública deve ficar atento aos prazos de desincompatibilização de suas respectivas ocupações ou funções, para que possa disputar o cargo de prefeito e vereador.

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina possui uma coletânea para orientar quanto aos prazos de desincompatibilização ou afastamento a serem observados de acordo com a ocupação/situação de cada interessado em concorrer ao próximo pleito. Todos os cargos podem ser conferidos no site do TRE-SC.

A desincompatibilização é o abandono definitivo do cargo ou o afastamento temporário do exercício do cargo ou da função, mediante renúncia, exoneração ou licença. Quanto ao recebimento ou não da remuneração dos servidores efetivos dentro do prazo obrigatório da desincompatibilização, é importante ressaltar que estes têm direito à percepção de seus salários, como se em exercício estivessem. Já os servidores comissionados, de livre nomeação e exoneração, não fazem jus à remuneração por ocasião de seu desligamento.

A legislação, ao estipular esses prazos, tem como objetivo impedir que um candidato, ocupante de determinado cargo ou função pública, faça proveito dessa situação, gerando um desequilíbrio entre as campanhas eleitorais e, assim, comprometendo sobremaneira a lisura das eleições.

Regras de elegibilidade

O TRE-SC também disponibiliza informações referentes às regras sobre elegibilidade presentes na Constituição Federal, apontando-se os dispositivos pertinentes e a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral e do Tribunal sobre o tema.

SourceRedação

Últimas postagens

Confira o boletim epidemiológico desta quarta-feira, 2 de dezembro

Confira o boletim epidemiológico desta quarta-feira, 2 de dezembro A Vigilância em Saúde de Brusque registrou 229 novos casos confirmados de Covid-19 na cidade, nas...

Secretária de Saúde de Botuverá, Marcia Cansian, pede exoneração, após caso de intervenção durante crisma no final de semana

A intervenção das autoridades sanitárias e da Polícia Militar na missa de crisma na Paróquia São José, em Botuverá, no final de semana, continua...

Dois homens ficam feridos após queda de altura nesta quarta-feira, 2

Dois acidentes de trabalho, envolvendo queda de altura, foram registrados pelo Corpo de Bombeiros e SAMU. Por volta das 10h47, um homem de 46...

Jonas Paegle e Ari Vequi iniciam processo de transição em Brusque

Em reunião na tarde desta terça-feira (1º) o prefeito de Brusque, Jonas Paegle definiu com o prefeito e vice eleitos, Ari Vequi e Gilmar...

Endorfina – Resultado de 02 de dezembro de 2020

Torre de Chope do Sombreiro Choperia. De terça a sábado a partir das 18h, novo ambiente com um super cardápio e chope sempre gelado....
Publicidade
WhatsApp chat