TRE-SC orienta sobre prazos de desincompatibilização das Eleições 2020

Tribunal possui uma coletânea para orientar aos interessados no pleito deste ano

Outras notícias da semana

Prefeitura adota novas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus

Em virtude do aumento de casos do novo comovírus e a preocupação com a ocupação de leitos hospitalares, o prefeito de Brusque, Ari Vequi,...

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta segunda-feira (22)

O novo boletim epidemiológico, divulgado nesta segunda-feira (22), aponta que Brusque tem 17.049 casos confirmados da covid-19. Nas últimas 24 horas foram registrados 101...

Prefeitura de Guabiruba informa morte de mulher por complicações da Covid

A Prefeitura de Guabiruba informa, com pesar, o falecimento de uma guabirubense por Covid-19. A mulher de 45 anos possuía hipertensão arterial e obesidade....

Colégio Unifebe realiza projeto para desenvolver competências empreendedoras

Desenvolver competências empreendedoras para que os estudantes se tornem protagonistas do seu próprio futuro é o principal objetivo do projeto interdisciplinar, criado pelo Colégio...

Quem deseja concorrer às eleições de 2020 e ocupa algum cargo ou função pública deve ficar atento aos prazos de desincompatibilização de suas respectivas ocupações ou funções, para que possa disputar o cargo de prefeito e vereador.

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina possui uma coletânea para orientar quanto aos prazos de desincompatibilização ou afastamento a serem observados de acordo com a ocupação/situação de cada interessado em concorrer ao próximo pleito. Todos os cargos podem ser conferidos no site do TRE-SC.

A desincompatibilização é o abandono definitivo do cargo ou o afastamento temporário do exercício do cargo ou da função, mediante renúncia, exoneração ou licença. Quanto ao recebimento ou não da remuneração dos servidores efetivos dentro do prazo obrigatório da desincompatibilização, é importante ressaltar que estes têm direito à percepção de seus salários, como se em exercício estivessem. Já os servidores comissionados, de livre nomeação e exoneração, não fazem jus à remuneração por ocasião de seu desligamento.

A legislação, ao estipular esses prazos, tem como objetivo impedir que um candidato, ocupante de determinado cargo ou função pública, faça proveito dessa situação, gerando um desequilíbrio entre as campanhas eleitorais e, assim, comprometendo sobremaneira a lisura das eleições.

Regras de elegibilidade

O TRE-SC também disponibiliza informações referentes às regras sobre elegibilidade presentes na Constituição Federal, apontando-se os dispositivos pertinentes e a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral e do Tribunal sobre o tema.

SourceRedação

Últimas postagens

Matriz de Risco aponta todas as regiões em estado gravíssimo em SC

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste sábado, 27, os dados da Matriz de Risco Potencial em relação ao novo coronavírus. Pela nova...

Forças de segurança fiscalizam cumprimento de novo decreto do Governo do Estado

As forças de segurança de Santa Catarina trabalham de forma intensificada desde as 23h desta sexta-feira, 26, para garantir o cumprimento das novas medidas...

Covid-19: Boletim epidemiológico sábado (27-02)

O novo boletim epidemiológico, divulgado neste sábado (27), aponta que Brusque tem 17.370 casos confirmados da covid-19. Nas últimas 24 horas foram registrados 57...

Cartão Perdido

Foi perdido um cartão da Ailos (cor verde), da Viacred, no trajeto entre o Posto São Lucas até a rua da Marmoraria Erbs, em...

Documentos perdidos

Leda Maria Corrêa da Silva perdeu carteira contendo todos os seus documentos nas proximidades do Archer – loja 2, no bairro Águas Claras. Quem...
Publicidade
WhatsApp chat