Em pouco mais de três meses 20 casos autóctones de dengue são registrados

Outras notícias da semana

Confira o boletim epidemiológico desta quarta-feira, 2 de dezembro

Confira o boletim epidemiológico desta quarta-feira, 2 de dezembro A Vigilância em Saúde de Brusque registrou 229 novos casos confirmados de Covid-19 na cidade, nas...

Carro e ônibus colidem na Sete de Setembro

O SAMU foi acionado para um acidente na manhã desta segunda-feira, 30. A colisão envolveu um carro e um ônibus, na rua Sete de...

Brusque regista mais um óbito associado ao coronavírus

Brusque registrou neste domingo (29) mais um óbito associado à pandemia do coronavírus. É o de número 66. A nova vítima trata-se de um...

Brusque contrata Anderson Nunes para reforçar o ataque

Na manhã desta terça-feira (1), o Brusque anunciou a contratação do experiente atacante Anderson Francisco Nunes.  O atacante chega com contrato definitivo por 90 dias,...

Brusque já soma 36 casos confirmados de dengue, sendo que destes, 20 são autóctones (contraídos no próprio município). Os bairros com maior número de focos do mosquito Aedes aegypti são Santa Rita (108), Centro (74) e Santa Terezinha (60).

Há casos autóctones em nove bairros diferentes, um aumento exponencial em pouco mais de três meses. O primeiro caso contraído no município foi registrado em fevereiro, no bairro Steffen. Agora, São Pedro, Limeira, Santa Rita, Santa Terezinha, São Luiz, Limoeiro e Azambuja já possuem pessoas infectadas.

“Estamos muito preocupados com este número. Pois nosso município tinha casos confirmados, mas sempre importados. A maioria destes casos é no Santa Rita, que provavelmente será considerado infestado no próximo mês. Pedimos que as pessoas atendam nossos agentes de endemias, deixem que eles façam vistoria, para que possamos combater o mosquito”, esclarece a coordenadora do Programa de Combate a Endemias, Letícia Figueredo.

Em todos os locais foi aplicado o inseticida Malathion, que mata o mosquito alado; e em recipientes que encontra-se água parada que não é possível eliminação, os agentes de endemias usam o larvicida Piryproxyfen.

“Precisamos reforçar a necessidade de fazer a limpeza de nossos quintais, cuidar das calhas, fechar caixas d’água. Cuidar com vasinhos de planta, folhagens que acumulam água. Cada pessoa precisa fazer sua parte para que possamos eliminar o mosquito transmissor da dengue”, destaca o secretário de Saúde Humberto Fornari.

Últimas postagens

COVID-19: Boletim epidemiológico de 5 de dezembro

COVID-19: Boletim epidemiológico de 5 de dezembro Brusque registrou nas últimas 24 horas 125 novos casos de Covid-19. Agora, a cidade conta com 10.474 pessoas...

Brusque registra o 69º óbito relacionado a Covid-19

Brusque registra o 69º óbito relacionado a Covid-19 A Vigilância em Saúde informa o 69º óbito por Covid-19 em Brusque. Trata-se de uma mulher, de...

Horário especial de Natal inicia neste sábado, 5 de dezembro

As vitrines decoradas das lojas da cidade dão o recado: chegamos ao fim do ano. E para que as pessoas possam se organizar e...

Atacante Nunes deixa o Brusque FC após perda do prazo de inscrição no BID

O experiente atacante Nunes não faz mais parte do elenco do Brusque FC. O jogador foi anunciado nesta semana como reforço para o setor...

Corpo de Bombeiros e PM são acionados para incêndio em veículo, após caso de agressão e furto

Um veículo incendiado na manhã deste sábado, 5, na Rua Azambuja, movimentou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar foram acionados. Os...
Publicidade
WhatsApp chat