Em pouco mais de três meses 20 casos autóctones de dengue são registrados

Publicidade
Utilidade pública

Brusque já soma 36 casos confirmados de dengue, sendo que destes, 20 são autóctones (contraídos no próprio município). Os bairros com maior número de focos do mosquito Aedes aegypti são Santa Rita (108), Centro (74) e Santa Terezinha (60).

Há casos autóctones em nove bairros diferentes, um aumento exponencial em pouco mais de três meses. O primeiro caso contraído no município foi registrado em fevereiro, no bairro Steffen. Agora, São Pedro, Limeira, Santa Rita, Santa Terezinha, São Luiz, Limoeiro e Azambuja já possuem pessoas infectadas.

“Estamos muito preocupados com este número. Pois nosso município tinha casos confirmados, mas sempre importados. A maioria destes casos é no Santa Rita, que provavelmente será considerado infestado no próximo mês. Pedimos que as pessoas atendam nossos agentes de endemias, deixem que eles façam vistoria, para que possamos combater o mosquito”, esclarece a coordenadora do Programa de Combate a Endemias, Letícia Figueredo.

Em todos os locais foi aplicado o inseticida Malathion, que mata o mosquito alado; e em recipientes que encontra-se água parada que não é possível eliminação, os agentes de endemias usam o larvicida Piryproxyfen.

“Precisamos reforçar a necessidade de fazer a limpeza de nossos quintais, cuidar das calhas, fechar caixas d’água. Cuidar com vasinhos de planta, folhagens que acumulam água. Cada pessoa precisa fazer sua parte para que possamos eliminar o mosquito transmissor da dengue”, destaca o secretário de Saúde Humberto Fornari.

Publicidade
Últimas notícias

Câmara de Guabiruba realiza a primeira sessão ordinária de agosto, após período de recesso

Na noite de terça-feira, 03, ocorreu sessão ordinária na Câmara Municipal de Guabiruba, a primeira de agosto após o...
Publicidade
WhatsApp chat