Keka denuncia uso indevido de quase R$ 500 mil da Cosip para decoração natalina

Outras notícias da semana

O vereador Gerson Luís Morelli, o Keka, apresentou na sessão desta terça-feira, 7, presencial e com restrições de enfrentamento à pandemia, dados sobre supostas irregularidades praticadas pela Prefeitura de Brusque nos anos de 2017/18, em que ele cita uso indevido de recursos públicos, que somam quase meio milhão reais, da Cosip (Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública).

A denúncia do vereador do Podemos foi encaminhada ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado. Conforme Keka, os recursos teriam sido usados para aquisição da decoração natalina, na época, que na opinião do vereador, caracteriza desvio de finalidade dentro das leis que norteiam a manutenção dos recursos do fundo voltado exclusivamente para o custeio da iluminação pública.

“Já tem várias jurisprudências de sobre isso e a própria lei diz que não esse dinheiro não pode ser usado para ornamentação”, frisou.

“Acho que é um valor muito alto – não sou contra enfeitar a cidade no final do ano, mas diante de tudo que vem acontecendo é um gasto muito grande”, complementou o vereador.  

Durante a sessão, a base governista não comentou a denúncia.

O vereador Keka solicitou que seja encaminhado um ofício para que o Secretário de Obras, Ricardo de Souza, compareça em uma sessão, para responder sobre as acusações. O líder do governo, Rogério dos Santos, falou ao Jornal da Diplomata que vai se inteirar da documentação e levar à Câmara uma posição do governo.

“Provavelmente este dinheiro está fazendo falta neste momento que passamos pelo ciclone em Santa Cataria e que poderia ser utilizado nas reformas aqui em Brusque”, destacou Gerson Morelli.

Vereador Keka sobre denúncia da Cosip

Últimas postagens

Publicidade
WhatsApp chat