Covid-19: Secretaria de Saúde explica protocolo medicamentoso

Outras notícias da semana

Confira o boletim epidemiológico da dengue desta terça-feira (23)

Brusque segue com três casos positivos de dengue, todos autóctones, contraídos na própria cidade. Há um caso em investigação. Quanto ao número de focos,...

Brusque FC estreia nesta quarta-feira, 24, no Catarinense 2021, diante do Marcílio Dias

O Brusque FC estreia nesta quarta-feira, 24, no Campeonato Catarinense 2021. O confronto será contra o Marcílio Dias, às 20h, no estádio Dr. Hercílio...

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico deste domingo (21)

O novo boletim epidemiológico, divulgado neste sábado (20), aponta que Brusque tem 16.948 casos confirmados da covid-19. Nas últimas 24 horas foram registrados 102...

Governador anuncia reforço na fiscalização e quase R$ 1 bi em recursos para medidas de enfrentamento à Covid-19

O governador Carlos Moisés anunciou o aumento na fiscalização e recursos para, em parceria com gestores municipais, conter o avanço da Covid-19 em Santa...

Desde o dia 23 de março a Prefeitura de Brusque mantém o Centro de Triagem para Sintomáticos Respiratórios, montado no pavilhão da Fenarreco. Os pacientes acolhidos no local, que é exclusivo para pessoas que apresentam sintomas como febre, tosse, dor de cabeça ou falta de ar, recebem medicação de acordo com a sintomatologia apresentada.

“Os sintomas são muito variados, há pessoas que apresentam sintomas leves, moderados, outros graves. A Covid-19 não possui uma sintomatologia única. Nosso protocolo inclui anti-inflamatório, analgésico, antibiótico, corticoide. Tudo vai depender de como o paciente chega”, explica a diretora-geral de Saúde, Camila Pereira.

Paciente com sintomas leves é medicado e orientado ao isolamento social. “Se ainda não há dias suficientes desde o início dos sintomas, ele é orientado a retornar para coleta do exame RT-PCR. Em casos graves, as pessoas são encaminhadas diretamente para o hospital”, detalha.

“É importante ressaltar que não há um protocolo único estabelecido pela Anvisa, a respeito de medicamento. Há recomendação do uso de cloroquina, há recomendação do uso da ivermectina, mas não há comprovação sobre nenhum deles. Não há um tratamento específico validado pela Anvisa, o que há são recomendações por experimentos assertivos”.

“Orientamos que as pessoas que possuam sintomas respiratórios, que procurem o CT, pois o médico vai fazer a avaliação completa e o paciente já sai com o encaminhamento. Quanto mais precoce o tratamento, maiores as chances de cura ou do não agravamento da doença.

O Centro de Triagem para Sintomáticos Respiratórios atende de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e nos finais de semana, das 8h às 17h.

Últimas postagens

Tilemassa contrata

Tilemassa Argamassas Técnicas contrata pessoa para o marketing interno (prospecção de novos clientes) e vendedor externo. Oferece: salário fixo mais comissão, despesas de almoço e...

Nota do Secretário de Estado da Saúde reconhece “colapso” e municípios são orientados para reforçar medidas

Em nota oficial, o Secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, reconhece que a “situação da pandemia deteriorou no Estado todo e, a...

Posse da nova diretoria da AMPEBr ocorreu na noite de quarta-feira, 24

A Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e região (AmpeBr) realizou na noite desta quarta-feira (24), a posse de sua nova Diretoria...
Publicidade
WhatsApp chat