Comissão de eventos fará manifestação em frente à prefeitura pela retomada

Outras notícias da semana

Brusque se reapresentou na tarde de quarta-feira e já foca no jogo contra o Santa Cruz

O Brusque FC se reapresentou na tarde de quarta-feira (13), no CT Rolf Erbe. Os atletas que não atuaram ou jogaram menos de 45...

Covid-19: Boletim desta quinta-feira (14) informa dois novos óbitos

Nas últimas 24 horas foram registrados 101 novos casos de Covid-19 e dois óbitos O novo boletim epidemiológico, divulgado nesta quinta-feira (14), aponta que Brusque...

Governo do Estado já iniciou distribuição das vacinas aos municípios catarinenses

A vacina contra a Covid-19 já está a caminho das regionais de Saúde espalhadas por todo o Estado. As doses começaram a sair da...

Covid-19: Boletim Epidemiológico desta quarta-feira (13) informa dois óbitos e cem novos casos

Nas últimas 24 horas foram registrados 100 novos casos de Covid-19 e dois óbitos O novo boletim epidemiológico, divulgado nesta quarta-feira (13), aponta que Brusque...

Empreendedores e profissionais de eventos seguem na luta pela retomada. O setor se uniu, trabalhou na elaboração de um protocolo de segurança, esteve em dois encontros com o poder público municipal, para debater o retorno das atividades com restrições e, a contar com um cenário positivo e um grande anseio das diversas categorias do setor (diretas e indiretas), a volta dos eventos permanece incerta, o que afeta gravemente a sustentação econômica da classe.

O assunto foi abordado em entrevista no Jornal da Diplomata na manhã desta segunda-feira, 15, com a presença de Evandro Rubleski, Dj Muvi e a cerimonialista e assessora de eventos, Ellen Dell’Agnolo, representantes da comissão; juntamente com Janine Vogel Decoração e Marcia da Encantos festas.

Em razão do cenário e da necessidade de mostrar a insatisfação, será realizado na tarde de hoje, às 15h, uma manifestação na Praça Sesquicentenário, em frente à Prefeitura de Brusque.

“O objetivo central é trabalhar com segurança tanto para os fornecedores e contratantes, não abrimos mão disso em nenhum momento; o segundo foco é alavancar a economia local”, frisou Rubleski.

No campo dos números, o setor defende que diretamente de duas a três mil pessoas (profissionais) impactados e de forma indireta, por serviços de complementação de renda, os indicativos apontam que em torno de dez mil pessoas são afetadas pela falta de eventos na cidade.

“A gente entende que tem a dependência do governo do estado, mas nós como profissionais, precisamos cobrar os órgãos competentes, ficamos até frustrados quando fizemos comparações e causa mais estranheza com o retorno gradativo de muitos setores e o que impede o governo estender a mesma regra para que pequenos eventos”, destacou Evandro.

Protocolo – Elaborado pela comissão, o protocolo de prevenção contra a Covid-19 estipula medidas básicas, como álcool em gel, aferição de temperatura e controle de público.

Uma das bases da retomada é o próprio conceito técnico que permite o retorno de bares e restaurantes.

“Queremos manter a mesma regra com capacidade de 30% e o que for

de acordo com o alvará dos estabelecimentos”, destacou Ellen Dell’Agnolo.

“O nosso viver é seguir protocolos, somos especialistas nisso”, frisou Ellen.

Entrevista com representantes do setor de eventos sobre retomada das atividades

Objetivos desta proposta

Fomentar Economia local

Promover a saúde da sociedade através de medidas sustentáveis

Cenário Atual

Não há plano de retomada estruturado para o setor de eventos

Mais de 10.000 pessoas sem previsão de renda

Fechamento de empresas do setor de eventos

Escassez de vagas de trabalho

Curva de contaminação COVID-19 estável

Déficit de cerca de R$ 73 milhões de Março a Agosto de 2020 no setor de eventos (Pib 2019 Brusque R$ 249 bilhões x 4,6%-média nacional x 6 meses)

Cenário desejado

Plano de retomada do setor de eventos estruturado

Previsibilidade de renda para mais de 10.000 pessoas impactadas diretamente

Promover abertura/re-abertura de empresa do setor

Promover abertura/re-abertura de vagas de trabalho no setor

Curva de contaminação COVID-19 decrescente

Recuperação do Pib-Brusque com o setor de eventos

Medidas e/ou implementações

Para realização de qualquer evento, seja ele a natureza que for, encontro familiar, casamentos, batizados, etc, onde houver alguma concentração de pessoas, o mesmo deve ser informado, e aqui entendemos que assim como para eventos de grande porte, deve-se solicitar junto a prefeitura municipal uma espécie de alvará

A taxa para retirada deste alvará, sendo abaixo de 30 pessoas isenta-se, doutra forma sugerisse a cobrança de R$ 1,00 (um real) por pessoa – toda renda arrecada com a emissão dos alvarás deve ser destinada única e exclusivamente para o Movimento do tipo: SALVE LAURINHA

A necessidade de retirada de alvará para funcionamento de eventos/festas seja ela de qualquer natureza inicialmente fica válido até 01/12/2020, podendo ser prorrogado mediante alinhamentos entre os representantes do município e classe aqui solicitante

A quantidade de pessoas limita-se a 30% da capacidade total do local

1 Recipiente com álcool em gel   para cada 10 pessoas, assim como na entrada do local, quanto ambientes como cozinha e banheiros.

Profissionais que trabalham diretamente com alimentos e afins, devem estrar além da máscara, utilizar obrigatoriamente luvas plásticas (do tipo cirúrgicas na cor preta)

O distanciamento deve-se considerar o mesmo já estabelecidos para bares, restaurantes e afins.

O Horário de funcionamento também deve ser o mesmo já estabelecido para bares e restaurantes (08h as 23h)

Em eventos onde possa ter alguma forma de dança, deve-se ter um local demarcado, controlado por monitor, que restrinja a apenas 30% do público presente (informado na solicitação do alvará), não pode haver contato direto.

O distanciamento entre mesas considera-se o mesmo de bares e restaurantes

O uso de mascará durante o evento considera-se o mesmo de bares e restaurantes

Os órgãos municipais de saúde poderão auditar sem aviso prévio qualquer evento, e uma vez que alguma das medidas não estiverem de acordo, podem interditar de forma imediata.

A responsabilidade do comprimento das medidas de segurança    fica sobre o solicitante do alvará. O interessado em realizar o evento, deve fazer cumprir as medidas, tanto de seus convidados, clientes e fornecedores.

Últimas postagens

Brusque registra 101 novos casos de coronavírus nas últimas 24h

Brusque registrou 101 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas. Neste dia 19 de janeiro foram contabilizados 15.003 notificados, sendo 404 ativos e...

Primeiro lote da CoronaVac em Brusque (1.096 doses) começa a ser aplicado nos profissionais da saúde

Na tarde desta terça-feira, 19, Walter Orthmann, 98 anos, detentor do título de funcionário com maior tempo de atividade em uma empresa, pelo Guiness...

Guabiruba aplica primeiras doses da vacina da Covid-19

Na tarde desta terça-feira, 19, as doses da vacina Coronavac chegaram em Guabiruba. Inicialmente foram cotadas 56 unidades para o município, porém, a Secretaria...

Técnica de Enfermagem é a primeira colaboradora do Hospital Imigrantes a receber a vacina da Covid-19

Às 16h15 desta terça-feira, 19 de janeiro de 2021, aconteceu o momento mais esperado dos últimos meses: o início da vacinação contra a Covid-19...

Endorfina – Resultado de 19 de janeiro de 2020.

Terrário com suculentas da Barni Garden Center. Comece o ano renovando as flores e plantas da sua casa com a Barni. Visita a Barni...
Publicidade
WhatsApp chat