CDL e Sinduscon encaminham o TJ ofício sobre Registro de Imóveis

Publicidade
Utilidade pública

A Câmara de Dirigente Lojistas de Brusque (CDL Brusque) e o Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque (Sinduscon) protocolaram nesta quinta-feira, 29 de outubro, um ofício ao senhor Ricardo José Roesler, desembargador presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, solicitando atenção especial sobre o Ofício de Registro de Imóveis do município.

O documento, assinado pelo presidente da CDL, Fabricio Zen, e pelo presidente do Sinduscon, Fernando José de Oliveira, contextualiza que Brusque situa-se em 19º lugar em Santa Catarina pela taxa de crescimento médio anual, com crescimento populacional médio de 3,33% ao ano nos últimos 10 anos, segundo o SEBRAE/19.

“O PIB do município representa a 9ª economia do Estado, com crescimento de mais de 44% entre os anos de 2011 a 2016. Temos como força econômica mais de 3 mil empresas de comércio, mais de 2,6 mil empresas no ramo de serviços, mais de 2 mil indústrias e mais de 450 empresas no ramo da construção civil. Juntando com os municípios vizinhos Guabiruba e Botuverá, nossa região ultrapassa 165 mil habitantes”, destacam.

Diante deste cenário, as entidades solicitam que o Tribunal de Justiça avalie a possibilidade de instalar uma nova unidade de Registro de Imóveis em Brusque. “Sabemos que não há concorrência entre os Registros de Imóveis e que os mesmos atendem por divisão territorial. Mas acreditamos, com base nos números de nossa economia, que Brusque necessita de mais uma Serventia para atender a demanda de nossa comunidade, e agilizar o desenvolvimento de nossa região”, enfatizam os presidentes.

Publicidade
Últimas notícias

Homem de 41 anos morre vítima de acidente de trabalho, no Planalto

Um homem de 41 anos morreu vítima de acidente de trabalho no final da manhã desta segunda-feira (29), na...
Publicidade
WhatsApp chat