Eleições 2020: saiba o que pode e o que não pode no dia da votação

É permitido levar à cabine uma "cola" com o número dos candidatos

Outras notícias da semana

Boletim epidemiológico de Brusque

O novo boletim epidemiológico, divulgado neste sábado (16), aponta que Brusque tem 14.806 casos confirmados de Covid-19. Nas últimas 24 horas foram registrados 51...

Justiça condena investigados na “Operação Peixe Branco”

A Vara Criminal da Comarca de Brusque, condenou sete pessoas investigadas e presas pela Divisão de Investigação Criminal de Brusque pela prática dos crimes...

Mega-sena acumula e pode pagar 12 milhões na próxima quarta-feira

Nenhuma apostador acertou as seis dezenas do concurso 2333, da Mega-Sena, sorteado ontem (9). Com isso, o prêmio acumulou e o sorteio da próxima...

Samae notifica empresa por atrasos em terraplenagem no terreno da ETA Cristalina

O corpo administrativo do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque se reuniu, na manhã desta terça-feira, 12 de janeiro, com...

Neste domingo (15), 147,9 milhões de eleitores de todo o país, com exceção do Distrito Federal, vão às urnas no primeiro turno da eleição em que serão escolhidos os novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores de seus municípios. O segundo turno ocorre em municípios com mais de 200 mil eleitores quando nenhum dos candidatos a prefeito obtém, no primeiro turno, mais da metade dos votos válidos.

Mas você sabe o que pode e o que não pode no dia das eleições?

A Resolução no 23.610/2019 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Lei nº 9.504/1997 esclarecem as regras.

Algumas condutas são, inclusive, consideradas crime eleitoral. São vedadas, por exemplo, todas as formas de propaganda no dia da votação.

O que pode

No dia da votação, é permitido o uso de bandeiras, broches, adesivos e camisetas com foto e número de candidato, desde que como manifestação individual e silenciosa da preferência. 

O eleitor pode levar para a cabine de votação uma “cola” (lembrete) com os números dos candidatos escolhidos. A legislação também permite a manutenção da propaganda que tenha sido divulgada na internet antes do dia da eleição.

Ainda no dia da votação é permitido que, nos crachás dos fiscais partidários, constem o nome e a sigla do partido político ou da coligação a que sirvam, mas é proibida a padronização do vestuário.

O que não pode

Pela legislação eleitoral, no dia da votação, é proibido divulgar qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de candidatos.

Também não são permitidas, até o término do horário de votação, aglomerações de pessoas portando vestuário padronizado ou instrumentos de propaganda; caracterização de manifestação coletiva e/ou ruidosa; além de abordagem, aliciamento, utilização de métodos de persuasão ou convencimento; e distribuição de camisetas. Tais manifestações são proibidas com ou sem uso de veículos:

Constam ainda da lista de proibições no dia da votação o uso de alto-falantes, amplificadores de som; a realização de comícios, carreatas e o uso de qualquer veículo com jingles; a arregimentação de eleitores ou a propaganda de boca de urna; o derrame de santinhos e outros impressos nas seções eleitorais ou nas vias próximas, ainda que realizado na véspera da eleição; e a publicação de novos conteúdos ou o impulsionamento de conteúdo na internet, podendo ser mantidos em funcionamento as aplicações e os conteúdos publicados anteriormente.

Mesários

Aos servidores da Justiça Eleitoral, aos mesários e aos escrutinadores, é vedado o uso de vestuário ou objeto que contenha qualquer propaganda de partido político, de coligação ou de candidato, no recinto das seções eleitorais e juntas apuradoras.

Denúncias

Denúncias de irregularidades e crimes eleitorais podem ser feitas pelo aplicativo Pardal, criado pela Justiça Eleitoral, ou encaminhadas diretamente ao Ministério Público. 

Segundo a Justiça Eleitoral, no dia do pleito, os juízes eleitorais e os presidentes de seção exercem poder de polícia, podendo tomar as providências necessárias para cessar qualquer irregularidade e inibir práticas ilegais dos candidatos e dos eleitores.

Fonte: Agência Brasil

Últimas postagens

PRE flagra motorista embriagado na rodovia Ivo Silveira

A Polícia Militar Rodoviária Estadual flagrou um motorista dirigindo embriagado, por volta das 22h45, na Rodovia Ivo Silveira, nas imediações do bairro Batêas.Segundo a...

Anvisa decide neste domingo se aprova uso emergencial de vacinas

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realiza, neste domingo (16), em Brasília, reunião extraordinária de sua diretoria colegiada, formada por cinco integrantes, para...

Carlos Renaux massacra o Orleans e está na Série B do Estadual

O Clube Atlético Carlos Renaux vai jogar o Campeonato Catarinense da Série B em 2021. O Vovô do futebol catarinense garantiu a vaga após...

Boletim epidemiológico de Brusque

O novo boletim epidemiológico, divulgado neste sábado (16), aponta que Brusque tem 14.806 casos confirmados de Covid-19. Nas últimas 24 horas foram registrados 51...

Diretora do Santuário Santa Paulina fala sobre programação para celebrar 15 anos da dedicação

Durante o mês de janeiro uma programação especial foi desenvolvida para celebrar os 15 anos da Dedicação do Santuário Santa Paulina, em Nova Trento....
Publicidade
WhatsApp chat