Operação ‘Bioma’ de combate ao tráfico de animais silvestres tem alvo investigado em Guabiruba

Foram cumpridos 25 mandados de busca e apreensão em 15 cidades dos Estados de Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Sul

Publicidade
Utilidade pública

Na manhã desta segunda-feira, a Divisão de Investigação Criminal de Brusque – DIC, prestou apoio a “Operação Bioma” desencadeada pela Delegacia de Repressão a Crimes Ambientais (DRCA), da Diretoria Estadual de Investigação Criminal (DEIC), da Polícia Civil.

>>Polícia civil deflagra a operação “Bioma” em combate ao tráfico de animais silvestres em SC e dois estados<<

Foram cumpridos 25 mandados de busca e apreensão em 15 cidades dos Estados de Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Sul.

Um dos alvos das investigações era uma moradora do bairro São Pedro, em Guabiruba. No local foram apreendidos dois pássaros silvestres, munições de calibre .22 LR, 12 e 28, apetrechos para recarga de munições, uma carabina calibre .22 LR com a numeração suprimida, uma espingarda de pressão, miras telescópicas e objetos utilizados para caça de animais silvestres.

Com isso, a investigada foi conduzida à Delegacia de Polícia para prestar depoimento, enquanto seu marido foi autuado em flagrante delito pela prática do crime de posse ilegal de arma de fogo e munições e pelo crime ambiental de caçar animais da fauna silvestre.

Material apreendido pela polícia. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
DIC de Brusque prestou apoio na operação. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Publicidade
Últimas notícias

Sete pessoas receberam o título de cidadão honorário na Câmara Municipal

A cidadania honorária é um título concedido àquelas pessoas que, vindas de outros municípios ou mesmo estados e países,...
Publicidade
WhatsApp chat