Prefeito de Brusque decreta situação de emergência

Publicidade
Utilidade pública

O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, decretou na tarde desta terça-feira (15) Situação de Emergência, por meio do Decreto nº 8.806, em virtude das chuvas registradas no município. Foi registrado um volume de 108,4 milímetros, nas últimas 48 horas.

Até o momento, foram atendidas mais de 100 ocorrências pela Defesa Civil do município, em especial alagamentos, inundações e deslizamentos de terra. Com o acúmulo de chuva, famílias ficaram desalojadas e a malha viária sofreu expressiva danificação.

De acordo com o Decreto, fica autorizada a mobilização de todos os órgãos municipais para atuar sob a coordenação da Defesa Civil, nas ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução. Também está autorizada a convocação de voluntários e a realização de campanhas de arrecadação de recursos junto à comunidade, entre outras ações.

“Tivemos um acumulado de chuva muito elevado, que fugiu totalmente das previsões que se tinha, de chuva em torno de 30 mm e com o nível do rio tranquilo. O volume de chuva foi muito atípico. De modo que o rio acabou saindo da calha com a própria chuva que caiu no município. Algo extremamente raro de acontecer, porque a nossa calha é muito alta”, detalha o coordenador da Defesa Civil de Brusque, Edevilson Cugiki.

Segundo ele, a projeção é que o nível do rio suba ainda mais durante a noite. “Estamos levantando os dados. Sabemos que em Botuverá o nível agora está em 4,36 mm e estabilizando. A previsão de pico de cheia deve acontecer por volta das 22h. Hoje nós temos um cenário preocupante pela situação de deslizamentos, já que a previsão é de mais chuva”, ressalta.

O coordenador explica ainda, que a Situação de Emergência é um ato administrativo realizado quando se tem uma situação de anormalidade, que foge a capacidade de resposta do município.

“Estamos em fim de ano e fim de mandato onde já estaria todo o orçamento fechado. Vamos precisar fugir um pouco desse orçamento, fazer hora extra e utilizar mais horas máquina. Então, na prática a decretação de situação de emergência possibilita essas atividades dentro da prefeitura”, destaca.

Trecho da ponte estaiada ficou interditado para o trânsito por conta do volume de água sobre a pista

Atenção

A população precisa ficar atenta aos alertas da Defesa Civil. Em princípio o rio não deve atingir residências, mas serão divulgadas as ruas que devem ser afetadas.

“Quem tem a casa muito próxima de encostas deve observar. Se escutar barulhos estranhos de árvores quebrando, a casa ou o terreno rachando é importante que deixe a residência naquele momento e vá para uma área segura. Também acione a Defesa Civil para fazer uma avaliação posterior da situação dessa casa e verificar se realmente é uma situação de perigo”, ressalta.

Beira Rio
A Prefeitura de Brusque, por intermédio da Setram, informa que devido às chuvas a via em frente ao Corpo de Bombeiros teve uma infiltração e precisou ser Interditada.

Deste modo, quem está na Beira Rio Margem Esquerda precisa acessar a rua São José e a rua Barão do Rio Branco. Da rua São José até a rotatória da Ponte do Bombeiro volta a ter sentido duplo.

A Beira Rio Margem Direita, na altura da Ponte Estaiada, também foi interditada. Neste caso, os desvios estão ocorrendo no sentido bairro centro na rua Elsa Hoffmann. No sentido Maluche bairro, o desvio acontece na rua Adolfo Schlosser.

Em caso de ocorrências a orientação é ligar 199 ou 193.

Publicidade
Últimas notícias

Instrutor e palestrante Maicon Bertolini fala sobre Semana Nacional do Trânsito

Durante a Semana Nacional do Trânsito, que acontece até a sexta-feira, dia 25 de setembro, o grupo Mega Motos...
Publicidade
WhatsApp chat