Relatório da Vigilância em Saúde de Brusque mostra perfil dos óbitos associados ao coronavírus

Publicidade
Utilidade pública

Relatório da Vigilância em Saúde de Brusque aponta o perfil dos primeiros 81 óbitos registrados na cidade em decorrência da pandemia do novo coronavírus. O levantamento mostra em quais hospitais ocorreram as mortes, o número de óbitos por bairro, sexo, faixa- etária, percentual de vítimas que chegaram a passar pelo Centro de Triagem e se o paciente chegou a fazer uso de alguma medicação, neste caso, qual delas.

Dados da Vigilância em Saúde de Briusque

Óbitos por bairro, sexo e faixa-etária
A maioria dos óbitos registrados em Brusque ocorreram no bairro Santa Rita. Foram 10 casos registrados nessa localidade. Na sequência aparecem o Centro, Azambuja e Limeira, todos com 7. A maioria dos óbitos é do sexo masculino. Foram 49 vítimas (60%), contra 32 (40%) do sexo oposto.

Dados do relatório por bairros

A maior parte das vítimas, 45 pessoas, o que corresponde a 55%, tinham acima de 70 anos. Dos 10 casos de óbitos abaixo de 50 anos, somente um é de uma mulher, o restante, 90%, são de homens. A maioria dos pacientes que vieram a óbito não passou pelo Centro de Triagem. Esse perfil corresponde a 59% das vítimas, enquanto 41% passaram pelo local. Das 33 vítimas que passaram pelo CT, oito foram encaminhadas direto para o hospital. Os medicamentos mais fornecidos aos pacientes foram Azitromicina, Paracetamol e Prednisona.

Dados apresentados da Vigilância em Saúde de Brusque

Dos 81 pacientes que vieram a óbito, 69 (85%) estavam internados no Hospital Azambuja. Hospital de Gaspar, Imigrantes, Santo Antônio (Blumenau) e Santa Izabel (Blumenau) também receberam vítimas do coronavírus.

Dados da Vigilância em Saúde de Brusque
Dados da Vigilância em Saúde de Brusque
Publicidade
Últimas notícias

Novo posicionamento institucional marca 52 anos da Ammvi

Na próxima segunda-feira, 2 de agosto, data em que a Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi)...
Publicidade
WhatsApp chat