Polícia Militar registra homicídio no bairro Santa Luzia

Publicidade
Utilidade pública

Por volta das 19h30 deste sábado, 9, a Polícia Militar registrou um caso de homicídio doloso, na Rua SL-031, no bairro Santa Luzia. Um homem de 35 anos, ferido com golpes de faca, não resistiu aos ferimentos e faleceu.

A autoria do crime foi apontada para uma mulher de 31 anos, cunhada do homem encontrado com ferimentos, que confessou à PM que “para defender sua irmã de ser agredida, desferiu algumas facadas em seu cunhado”.

De acordo com o relatório da ocorrência, no local foi constatado um homem caído no chão com várias perfurações pelo corpo.

O Corpo de Bombeiros Militar e o SAMU, após realizarem os primeiros atendimentos ainda no local, constataram que o rapaz estava em óbito.

Os envolvidos na morte haviam deixado o local em um veículo Escort, que foi encontrado e abordado, cerca de 5km do local dos fatos. No carro estavam dois homens e uma mulher, condutora do automóvel. (respectivamente, esposa e mãe dos ocupantes).

No momento, a mulher informou ser cunhada da vítima e autora das facadas. Também relatou que por volta das 8h, o homem encontrado morto teve uma discussão com sua irmã , e agrediu a mesma, além de quebrar a porta da residência.

Ainda segundo a versão apresentada à PM, no período da tarde, após o mesmo consumir drogas, retornou para residência e ameaçou sua irmã de morte. Informou ainda que após sair da residência, retornaria e mataria sua irmã – e assim fez, voltou para casa e ainda na rua disse: ‘quero ver homem pra defender ela’.

Neste momento ela foi até o interior de sua residência e pegou uma faca. Então, conforme relatou aos policiais, visualizou sua irmã em vias de fato com o namorado.
Que para defender sua irmã e a si próprio, pegou uma faca. Que seu filho e seu esposo tentaram separar a briga. Segundo a autora, o cunhado tentou lhe agredir com um capacete, porém, ela acabou desferindo cerca de quatro facadas. Que de imediato acionou o 190.

A esposa do homem esfaqueado relatou que ele chegou pela manhã onde a depoente foi agredida e saiu novamente da residência. A tarde retornou diversas vezes e pediu dinheiro, além de pedir o recibo de venda de uma moto para poder vender; momento em que entregou o recibo, no entanto, ele queria que a mesma fosse com ele no mercado comprar cerveja. Como estava com medo, falou que não iria, neste momento ele começou a ameaçar de morte junto com sua filha.

Após diligências, os policiais localizaram os objetos utilizados para a prática do crime (dois pedaços de paus e uma faca)

Salienta-se que a Polícia Civil e os Agentes do Instituto Geral de Perícia, compareceram ao local. Ressalta-se também que o masculino recebeu atendimento pela equipe do SAMU.

Diante dos fatos todos os envolvidos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Brusque para os devidos procedimentos legais cabíveis.

Serviço de segurança foi mobilizado após caso de homicídio no bairro Santa Luzia, na noite de sábado, 9.
Publicidade
Últimas notícias

Boletim informa óbito relacionado à Covid-19

Vítima é um homem de 49 anos, residente no bairro Guarani Brusque registrou, na quinta-feira (16), o óbito de número...
Publicidade
WhatsApp chat