Prefeito de Guabiruba comenta estragos causados pela chuva no bairro Lageado Baixo

Publicidade
Utilidade pública

O prefeito de Guabiruba, Valmir Zirke, comentou sobre os estragos causados pela forte chuva que atingiu o bairro Lageado Baixo, na noite deste domingo, 25.

De acordo com Ronaldo Coutinho, no Jornal da Diplomata na manhã desta segunda-feira, 25, choveu mais de 150 milímetros na região entre Claraíba e a divisa com Guabiruba, próximo da região do Lageado.

Zirke destacou que na noite de domingo equipes da Defesa Civil e da Secretaria de Obras foram acionadas para atender ocorrências de deslizamentos e vias públicas obstruídas. A Secretaria de Assistência Social foi mobilizada para prestar auxílio às famílias atingidas.  

De acordo com Zirke, a região do Lageado Alto ainda está inacessível, por conta de várias barreiras que caíram.

“Ninguém desce e ninguém sobe, com tantas barreiras que caíram – e sem energia também”, explicou o mandatário.

Ainda na noite domingo, equipes da Defesa Civil, Secretaria de Obras e Assistência Social foram acionadas. Uma família precisou sair do imóvel.

Os maiores danos foram registrados na rua Carlos Zabel e Florentina Dalbosco. Nas referidas ruas, a enxurrada removeu a pavimentação recém-colocada pelo poder público.

“A obra foi finalizada há dois meses, em parceria com os moradores, não sobrou lajota nenhuma”, disse Zirke. Máquinas trabalharam para retirar os entulhos da via e permitir acesso aos moradores. A chuva também provocou alagamento em uma tecelagem, narrou o prefeito. Um ônibus chegou a ser arrastado pela correnteza e jogado contra um pontilhão.

Moradores da localidade conhecida como adventista também registraram inúmeros danos na infraestrutura pública.

No bairro Guabiruba Sul houve registro da queda de uma ponte, deixando os moradores ilhados.

“O estrago foi grande e teremos que reconstruir tudo novamente, nunca vi tanta água em pouco tempo, foi assustador, mas temos que agradecer que não tivemos vítima”, frisou.

Na manhã desta segunda-feira, 25, o poder público mantém o atendimento.

“À noite ficava difícil mexer, pois, não dava para perceber o perigo das encostas; agora durante o dia vamos ver os estragos”, disse Zirke.

Publicidade
Últimas notícias

Prefeitura esclarece que segue as orientações da Câmara Técnica do Estado sobre suspensão das vacinas em adolescentes

Em relação a orientação do Ministério da Saúde para que sejam suspensas as vacinas em adolescentes de 12 a...
Publicidade
WhatsApp chat