Brusque FC avança em tratativas para quitação das dívidas trabalhistas

Publicidade
Utilidade pública

Brusque vive momento importantíssimo na história do clube, na noite desta última terça-feira (20). O Presidente Danilo Rezini participou de uma reunião por vídeo conferência com a Justiça do Trabalho com os advogados credores do Brusque FC.

Nessa reunião, Danilo conseguiu chegar a um acordo com o TJ, para quitar uma dívida trabalhista de R$ 2 milhões.

“Depois de muitos anos, muitas dificuldades e de muita espera, conseguimos resolver uma questão que o Brusque vinha prolongando há muitos anos, que era as dívidas trabalhistas. Nós tínhamos alguns atletas com processos contra o Brusque, que nunca teve a oportunidade de fazer uma acordo concreto e definitivo. Vivíamos momentos difíceis no clube, com a receita baixa, somente para pagar salários dos atletas e alguns compromissos do clube, mas agora, graças a Deus, depois de muitos anos, aonde o Brusque conseguiu com muito trabalho, seriedade e transparência, com uma participação muito forte e efetiva dos atletas e comissão técnica, que conseguimos boas colocações nas competições nacionais e consequentemente um bom valor financeiro, chamei o diretor financeiro, o vice-presidente, presidente do conselho e todos os diretores, e apresentei essas dívidas e esses problemas. Com isso, é com todos de acordo, busquei sanar um problema antigo e crônico que o clube tinha”, comentou o presidente sobre este momento de suma importância para o Brusque.

A atual gestão sempre se preocupou com as dívidas do passado e por isso, segundo Rezini, 50% da dívida foi quitada com a verba que estava bloqueada pela Justiça do trabalho, enquanto o restante da dívida foi parcelado em seis vezes.

“Dentro de seis meses, o Brusque estará praticamente sem dívidas na Justiça do Trabalho. Era um valor considerável, mas conseguimos, com o apoio e bom senso dos nossos credores, juntamente com a habilidade e profissionalismo do juiz, conseguimos alguns descontos para chegar em um ponto de equilíbrio”, acrescentou o presidente Danilo Rezini.

Danilo ainda comenta que o os advogados e o juiz, parabenizaram o clube e toda a sua gestão, pela demonstração de boa fé, de que quando teve uma verba, rapidamente procurou a justiça para resolver as suas pendências. “Parabenizaram o Brusque, dizendo que isso é algo quase inédito, ver um ube procurar sanar um dívida, que poderia ser feita em 30 ou 40 vezes, mas preferir quitar em seis meses. Isso é uma demonstração da nossa responsabilidade, da nossa gestão dentro clube, seja na área financeira ou do futebol. Ficamos grátis e sensibilizados de saber que fizemos a coisa certa”.

O diretor financeiro do clube, Rogério Lana comentou que as despesas do clube serão concretas, sem contar com surpresas de penhoras.

“O departamento financeiro do clube, com essa medida, com essa ação da diretoria do Brusque, comandada pelo nosso presidente Danilo Rezini, podemos, hoje, ter uma certeza de que quando traçarmos um orçamento de despesas, vamos ter a certeza absoluta de que vamos estar amparados, principalmente, em coisas reais, sem ter surpresas de última hora como penhoras. Estamos felizes com isso, pois podemos dar uma credibilidade maior aos Brusque, um clube de Série B, que tem dentro da sua administração, pessoas sérias e que querem resolver as coisas”.

Publicidade
Últimas notícias

ACIBR e poder público avançam na discussão para novo acesso entre Brusque-Guabiruba

O Núcleo de Empresários de Guabiruba, vinculado à Associação Empresarial de Brusque (ACIBr), realizou na tarde de ontem, 21...
Publicidade
WhatsApp chat