Presidentes dos Sindicatos da Construção Civil falam sobre fechamento da convenção coletiva

Construção civil registra índices positivos de reajustes salariais nos últimos anos em Brusque e região

Publicidade
Utilidade pública

Apesar das turbulências no mercado, principalmente com a pandemia do Coronavírus, o setor de construção civil e mobiliário de Brusque e região tem marcado índices positivos nas negociações coletivas ao longo dos anos. Os percentuais de reajustes salariais nos pisos da categoria, acertados entre o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário (SINTRICOMB) e o Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário (SINDUSCON), ultrapassam 80% nos últimos nove anos.

O número é fruto de levantamento feito pelo SINTRICOMB com base nos resultados das Convenções Coletivas de Trabalho (CCT) assinadas entre as duas entidades de 2012 a 2021. Nesse período, os pisos salariais da categoria sofreram reajustes de 86,50%. Da mesma forma, os salários de quem recebe acima dos pisos foram reajustados em 61,53%, com ganho real de, aproximadamente, 25% nesse período. O ganho real é aquilo conseguido além do que determina a lei.

Para o presidente do SINTRICOMB, Izaias Otaviano, os índices são muito positivos e refletem a força do trabalho do sindicato frente às negociações com a classe empresarial. Izaias e Fernando José de Oliveira, presidente do Sinduscon participaram ao vivo do Jornal da Diplomata.

Isaias e Fernando áudio completa entrevista.
Publicidade
Últimas notícias

Dois apostadores dividem prêmio da Mega-Sena

Duas apostas acertaram as seis dezenas do concuros 2.410 da Mega-Sena, sorteadas pela Caixa na noite de sábado (18)...
Publicidade
WhatsApp chat