Prefeito apresenta projeto “Brusque 2030” ao Conselho das Entidades, grupo que reúne 14 organizações da cidade

O secretário municipal de Fazenda e Gestão Estratégica, William Molina, destaca que este planejamento é um embrião da administração municipal e está aberto a sugestões, críticas e novas ideias.

Publicidade
Utilidade pública

O prefeito Ari Vequi participou no início da noite desta segunda-feira (26) da reunião no Conselho das Entidades de Brusque, colegiado que reúne 14 organizações do município. O encontro foi no Centro Empresarial e contou com a participação de vários representantes de classes. Em pauta o projeto “Brusque 2030”, que é um planejamento estratégico pelos próximos nove anos e prevê uma série de investimentos e melhorias no serviço público.

Segundo Vequi, este é um projeto muito seguro, que há possibilidade de executar a curto, médio e longo prazo e, que alavancará o desenvolvimento em todas as áreas. “Queremos com isso, que população venha a entender essa proposta, visando a qualidade de vida de todos. Não apresentamos aqui obras volumosas, investimentos em prédios púbicos suntuosos, por exemplo, mas sim, obras que são necessárias para continuar nosso progresso. Digo que este é um planejamento ‘pé no chão’, dentro das possibilidades financeiras da cidade”. Para o prefeito, além de apresentar as ações, foi mostrado o caminho de onde conseguir os recursos necessários para o conjunto das obras.

O secretário municipal de Fazenda e Gestão Estratégica, William Molina, destaca que este planejamento é um embrião da administração municipal e está aberto a sugestões, críticas e novas ideias. “Começamos neste primeiro momento, apresentando ao Conselho das Entidades, até para receber contribuições e ouvir das mais diversas classes o que se pode construir para uma cidade melhor. Esperamos chegar em 2030, com um avanço em vários setores e estar entre as 50 melhores cidades do país com mais de 80 mil habitantes”, pontua.

Já a presidente da Associação Empresarial de Brusque, Rita Cássia Conti (que presidiu os trabalhos) analisa que a apresentação contemplou todas as áreas estratégicas para o desenvolvimento de Brusque. “Nós, empresários, empreendedores, profissionais liberais, etc., somos geradores de emprego e desenvolvimento e precisamos estar focados, junto a prefeitura, nos projetos e ações futuras da cidade. Saímos daqui com uma palavra principal – ‘comprometimento’ – pois sabemos que a prefeitura está comprometida com a população”, destaca.

Brusque 2030, entre os 50 melhores municípios do país

Em suas apresentações, o prefeito Ari Vequi, e os secretários William Molina e Andréa Volkmann (Infraestrutura Estratégica) elencaram os principais investimentos e ações para este período. Nele estão inseridas obras de infraestrutura, construção de pontes, execuções de macro-drenagem, pavimentações, anéis viários e outros. Áreas como educação, saúde, desenvolvimento social e modernização da máquina pública também estão contempladas no projeto.

Segundo o ranking de competitividade dos municípios do Centro de Liderança Pública (CLP), Brusque ocupa a posição de número 77, entre os municípios acima de 80 mil habitantes, com uma nota de 53,64. A média catarinense é de 53,54 e, entre os estados do sul, 50,78. Já na medição nacional é 46,61. Ou seja, em todos os cenários, Brusque já aponta acima da média, fazendo ocupar 77º lugar em nível nacional, 18º na região sul e 9º em Santa Catarina.

Para a elaboração e finalização do documento foram elencados vários eixos: Brusque “mais humana”, “da sustentabilidade”, “da transparência e eficiência”, “da mobilidade e da segurança”, “da inovação e empreendedorismo”, “área de interesse – ações e projetos/indicadores e metas” e por fim, “documentos – planos setoriais”.

Fonte: Secom Brusque.

Publicidade
Últimas notícias

Boletim apresenta 21 novos casos de Covid-19 em Brusque nas últimas 24h

O boletim epidemiológico divulgado pela Diretoria de Vigilância em Saúde na tarde desta terça-feira (21), informa que são 29.093...
Publicidade
WhatsApp chat