Confira os destaques e aprovações da Câmara de Vereadores de Brusque

Publicidade
Utilidade pública

O episódio de acusação de racismo durante o jogo entre Brusque FC e Londrina EC repercutiu na Câmara de Vereadores, na sessão desta terça-feira, 31.

O caso recai sobre a denúncia apontada pelo jogador Celsinho, do elenco da equipe paranaense, que comunicou ao departamento de arbitragem, no decorrer da partida, ter sofrido injúria racial quando alguém presente na arquibancada, ligado à diretoria do clube, gritou: “vai cortar esse cabelo seu cachopa de abelha”, conforme aponta na súmula do árbitro Fábio Augusto dos Santos.

Como último acontecimento, nessa terça-feira, o Londrina emitiu uma nota e um vídeo nas redes sociais, apontando para um momento em que o termo “macaco” teria proferido, no final do primeiro tempo. O caso terá andamento no Tribunal de Justiça Desportiva –TJD.

Na sessão da Câmara dessa terça-feira, a vereadora Marlina de Oliveira Schiessl, PT, usou a tribuna para lamentar o ocorrido.  

Veadores Rogério dos Santos e Marlina Oliveira, na tribuna, durante a sessão (Foto: Talita Garcia/Cãmara)

O vereador Rogério dos Santos, DEM, pediu à parte no pronunciamento da vereadora, para reforçar o pronunciamento feito por Marlina e lembrou de um episódio, que envolveu à época, o atual prefeito, Ari Vequi, durante a inauguração de uma obra.

O vereador André Rezini, Republicanos, diretor-executivo do Brusque FC, usou a tribuna e falou que não ele e nem o clube, como instituição, compactua com atos de racismo e que a investigação terá prosseguimento na justiça e será passível de punição. André se emocionou sendo amparado pelo aparte do vereador Jean Pirola.

Deivis da Silva na tribuna da Câmara nesta terça-feira, 31, (Foto: Talita Garcia/Câmara)

O vereador Deivis da Silva, MBD, também ocupou a tribuna para lamentar o episódio, diante repercussão negativa em âmbito estadual e nacional.

Ordem do Dia – aprovações.

Em sessão ordinária realizada nesta terça-feira, 31 de agosto, os vereadores aprovaram projetos, requerimentos, pedidos de informação e moções na Ordem do Dia. Indicações, que são proposições que não passam por votação, também foram apresentadas.

Confira todas as aprovações da reunião:

– Em discussão e votação únicas, Projeto de Lei Ordinária nº 78/2021, de origem executiva, que “Dispõe sobre a instituição do Cartão Cesta Básica no Município de Brusque e dá outras providências”;O Secretário Municipal de Assistência Social, Jocemar dos Santos, chegou a acompanhar a sessão.

– Em segunda discussão e votação, Projeto de Lei Ordinária nº 10/2021, de origem legislativa, que “Faculta que farmácias e drogarias disponibilizem serviço de aferição da pressão arterial”;

Projetos

– Em segunda discussão e votação, Projeto de Lei Ordinária nº 58/2021, de origem executiva, que “Autoriza o Poder Executivo Municipal a proceder a doação de área de terra destinada à Área Industrial do bairro Limeira no Município de Brusque-SC, e dá outras providências”;

– Em discussão e votação únicas, Projeto de Resolução nº 02/2021, de origem legislativa, que “Concede licença ao Vereador André Batisti”;

– Em discussão e votação únicas, Projeto de Lei Ordinária nº 87/2021, de origem executiva, que “Autoriza a abertura de crédito adicional suplementar e especial, e dá outras providências”;

– Em discussão e votação únicas, Projeto de Lei Ordinária nº 82/2021, de origem executiva, que “Denomina Governador Luiz Henrique da Silveira, o prolongamento da Avenida Beira-Rio, margem esquerda do Rio Itajaí-Mirim”;

– Em primeira discussão e votação, Projeto de Lei Ordinária nº 77/2021, de origem executiva, que “Autoriza o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto – SAMAE de Brusque a celebrar acordo extrajudicial, que abaixo especifica”;

– Em primeira discussão e votação, Projeto de Lei Ordinária nº 79/2021, de origem executiva, que “Autoriza o Município de Brusque a celebrar o acordo extrajudicial, que abaixo especifica”;

– Em primeira discussão e votação, Projeto de Lei Ordinária nº 80/2021, de origem executiva, que “Autoriza o Município de Brusque a celebrar o acordo extrajudicial, que abaixo especifica”;

– Em primeira discussão e votação, Projeto de Lei Ordinária nº 83/2021, de origem executiva, que “Autoriza o Município de Brusque a celebrar o acordo extrajudicial, que abaixo especifica”;

– Em discussão e votação únicas, Redação Final ao Projeto de Lei Complementar nº 15/2021, de origem legislativa, que “Altera o art. 205-A da Lei Complementar nº 34/94, que instituiu o Código Tributário do Município de Brusque”;

Vereador André Batisti anuncia pedido de licença para vaga de suplente

O vereador André Batisti entra em período de férias por trinta dias. Durante o tempo de licença das atividades no legislativo, a cadeira ocupada por Deco, será do suplente Valdir Hinselmann, ambos do partido PL.

Ao final da última sessão, os vereadores Deco e Valdir falaram ao Jornal da Diplomata.

Inicialmente, Deco citou o compromisso de ceder anualmente, nos períodos de licença, a cadeira aos vereadores suplentes do partido.

Publicidade
Últimas notícias

Boletim apresenta 21 novos casos de Covid-19 em Brusque nas últimas 24h

O boletim epidemiológico divulgado pela Diretoria de Vigilância em Saúde na tarde desta terça-feira (21), informa que são 29.093...
Publicidade
WhatsApp chat