Covid-19: Brusque abre nova agenda para vacinação em adolescentes de 12 a 17 com comorbidade

Publicidade
Utilidade pública

Serão 200 doses por dia e acontecerá exclusivamente no Centro de Vacina da Uniasselvi

Brusque segue o processo de imunização e na próxima semana será a vez de receber a primeira dose contra a Covid-19 os adolescentes da faixa etária de 12 a 17 anos, com comorbidades. A vacinação será de 13 a 17 de setembro, no Centro de Vacina da Uniasselvi (Assevim/Vila Schlösser).

Para se vacinar é necessário realizar o agendamento prévio no site https://agendamentos.smsbrusque.sc.gov.br/. No momento da vacinação os adolescentes deverão apresentar documento com foto, comprovante de residência, declaração médica que ficará arquivada e estar acompanhado de um adulto responsável ou munido de declaração de autorização de vacinação assinada pelos pais/responsáveis.

A vacinação nestes dias será possível com a confirmação do Governo do Estado do envio de 1009 doses do imunizante Pfizer que é destinado a esse público. Cabe ressaltar que neste momento os adolescentes em geral não serão contemplados com essa remessa da vacina.

Quem pode receber a vacina?

As doses são destinadas para adolescentes dos grupos prioritários, ou seja, moradores de rua; gestantes, puérperas e lactantes; portadores de deficiências graves. Lembrando que indígenas, quilombolas e em situação de rua deverão ser vacinados a partir do envio de doses do Programa Nacional de Imunização.

São considerados indivíduos com deficiência permanente aqueles que apresentem limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas e Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir, com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar, com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar, etc.

Dentro dos critérios, serão considerados indivíduos portadores de comorbidades aqueles que possuem diabetes mellitus e doenças metabólicas hereditárias (doença de Gaucher, mucopolissacaridoses e outras); Doenças pulmonares crônicas (asma brônquica, fibrose cística, fibroses pulmonares, broncodisplasias); Cardiopatias congênitas e adquiridas; Doença hepática crônica; Doença renal crônica; Doenças neurológicas crônicas (paralisia cerebral, doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular; deficiência neurológica grave); Imunossupressão congênita ou adquirida (incluindo HIV/Aids, câncer, transplantados de órgãos sólidos e medula óssea e pacientes em uso de terapia imunossupressora devido à doença crônica como doenças reumatológicas e doenças inflamatórias intestinais (Crohn e colite ulcerativa); Hemoglobinopatias (anemia falciforme e talassemia maior); Obesidade grave (IMC: escore z>+3); Síndrome de down.

Publicidade
Últimas notícias

Boletim apresenta 21 novos casos de Covid-19 em Brusque nas últimas 24h

O boletim epidemiológico divulgado pela Diretoria de Vigilância em Saúde na tarde desta terça-feira (21), informa que são 29.093...
Publicidade
WhatsApp chat