Abel Moda Vôlei Brusque faz estreia contra Blumenau na abertura do Catarinense, nesta sexta-feira, 1

Publicidade
Utilidade pública

Está chegando a hora! Nesta sexta-feira (1º), o time da Associação Brusquense de Esporte e Lazer, Abel Moda Brusque Vôlei, inicia sua trajetória sediando a etapa de abertura do Campeonato Catarinense de Voleibol, na Arena Multiuso. E para a estreia, o confronto agendado para 19h30 é diante do principal rival regional, a equipe do Bluvolei, de Blumenau.

De acordo com a recomendação da Federação Catarinense de Voleibol, são disponibilizados 500 ingressos ao público, sendo 300 para patrocinadores e 200 para venda, ao valor de R$ 10,00 + taxa da ticketeria. Os tickets já estão disponíveis para compra no endereço eletrônico: https://www.sympla.com.br/abelmoda-brusque–x–bluvolei__1356756.

Lembrando que, seguindo as orientações sanitárias, vão ser aplicadas as normas do decreto vigente em relação à matriz de risco da região.

Sassá é nome de peso na retomada

Brusque tem extrema ligação com o esporte. Na cidade foi realizada a primeira edição da principal competição poliesportiva do estado, os Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC). Neste ano de 2021, o município volta a ter equipe de voleibol feminino adulto. E para esse processo de retomada da tradicional modalidade, um dos destaques é Sassá, medalhista olímpica de ouro com a Seleção Brasileira nos Jogos de Pequim (2008) como ponteira.

“Pra mim é uma honra poder voltar a Brusque e fazer parte deste projeto que está começando agora, para elevar o nome da cidade no cenário do vôlei nacional. É uma cidade que sempre respirou vôlei. Eu já tive grandes jogos na Arena, com o ginásio lotado e muita pressão para os adversários, como foi o meu caso. Estou muito feliz por estar nesse processo de retomada e espero que a torcida prestigie e nos apoie porque, no que depender da gente, dentro da quadra, não vai faltar empenho e esforço”, destaca a atleta.

Ansiedade

Para Sassá, a ansiedade para a estreia, diante da cidade vizinha e grande rival regional Bluvolei, de Blumenau, é grande. “Sabemos da responsabilidade mas estamos começando agora e acredito que elas, também, não conheçam o nosso time e por isso, acredito que vai ser um grande jogo para ambas as equipes. E quem errar menos, nos detalhes, vai se sobressair na partida”, encerra.

O treinador Maurício Thomas considera normal essa ansiedade do elenco antes da estreia no estadual, ainda mais devido ao tempo de inatividade das jogadoras em função da pandemia. “Elas estão muito tempo sem jogar, então existe uma expectativa muito grande. A líbero Audrey, por exemplo, que vem dos Estados Unidos, há quatro anos não joga no Brasil. A própria Sassá, apesar de já ter rodado muito, nunca jogou pela cidade de Brusque e tem recebido muito carinho, está ansiosa para retribuir toda essa atenção”, menciona.

Resgate

Além disso, Maurício cita que o projeto Abel Moda Brusque é um produto novo, em lançamento. “A gente está tentando resgatar o voleibol. A marca é uma tentativa de trazer de novo a cidade para o cenário nacional da modalidade. Já existe uma repercussão e isso despertou o interesse da Confederação Brasileira (CBV) pelo voleibol feminino da cidade. Onde as meninas vão, elas são muito bem aceitas”, ressalta, com a autoridade de quem retorna a Brusque depois de obter, nas duas últimas temporadas, o bicampeonato da Superliga Masculina com a equipe de Taubaté.

O treinador encerra fazendo o convite para que a população abrace o time da Abel Moda Vôlei, adquira ingressos e compareça aos jogos, torcendo e incentivando a equipe. “Nada melhor do que estrear contra o grande rival da região. Quando cheguei, soube que essa rivalidade é extremamente antiga e muito saudável porque impulsiona a modalidade”, finaliza.

Publicidade
Últimas notícias

Homem é preso pela Polícia Civil por crime de tráfico de drogas, no bairro Azambuja

No início da tarde desta segunda-feira, 25, a Polícia Civil, por intermédio da Divisão de Investigação Criminal de Brusque,...
Publicidade
WhatsApp chat