Certificado de imunização está disponível para quem tomou duas vacinas

Publicidade
Utilidade pública

Já está liberada a emissão do Certificado Nacional de Vacinação para quem tomou doses de vacina contra covid-19 de laboratórios diferentes. Até então, isso não era permitido. Mas a novidade foi anunciada pelo Ministério da Saúde, que disponibiliza o aplicativo do Conecte SUS, para a emissão do documento. Para baixar a ferramenta, basta acessar a loja de aplicativos do smartphone.

Segundo a nota técnica do ministério, o esquema de vacinação deve ser completo com as duas doses do mesmo imunizante. No entanto, a mistura de doses, chamada intercambialidade, só é orientada para grávidas e puérperas – que tiveram filho em até 45 dias – e para casos de reações alérgicas em quem tomou o imunizante Astrazeneca, com reação de trombose, por exemplo.

De acordo com o governo federal, foram mais de 113 milhões de pessoas já estão vacinadas com as duas doses, ou a dose única, contra covid-19. A terceira dose já foi aplicada em quase 5 milhões de brasileiros, como reforço contra a doença.

Publicidade
Últimas notícias

Sindicatos realizam palestra em alusão ao maio Amarelo

O Sindicato dos trabalhadores na Construção Civil (SINTRICOMB), dos empregados em indústrias de material químico e plástico (SINTIPLASQUI) e...
Publicidade
WhatsApp chat