Celesc oficializa repasse de recursos à Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque

Publicidade
Utilidade pública

A Celesc anunciou nesta quarta-feira (29) repasse de recursos à Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque. Serão destinados aproximadamente R$ 243 mil, por meio de incentivos fiscais. Um evento online realizado durante a tarde desta quarta-feira (29), com a diretoria da Celesc e representantes da instituição, marcou a oficialização. 

O projeto da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque visa promover apoio às mulheres com câncer, com atendimento médico-assistencial e psicossocial para a prevenção e combate à doença. 

Presente no evento que oficializou os repasses, a primeira-dama Késia Martins da Silva destacou que a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque é uma referência pela contribuição social no estado. “ As redes femininas são grandes cases de excelência no trabalho que fazem, em especial na captação de recursos. Parabenizo a todos os envolvidos, em nome do Governador, e à Celesc, pela generosidade para com projetos sociais em Santa Catarina”, disse.  

O presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, ressaltou que a escolha pela Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque passou pelo desejo de dar melhores condições a iniciativas essenciais para quem necessita de cuidados com a doença. “Damos apoio a programas que trabalham para dar melhores condições de saúde aos catarinenses, seja na prevenção ou para minimizar o sofrimento dos acometidos pela doença. Por isso, é tão importante para a Celesc seguir sua contribuição para a sociedade também com aportes financeiros a programas transformadoras como as redes femininas”, destacou.

Também presente na cerimônia, a diretora de Finanças e Relações com Investidores, Claudine Anchite, agradeceu a oportunidade da Celesc evoluir na forma como a companhia desenvolve a área de responsabilidade social. “Vemos que a companhia tem avançando, com o apoio de uma grande equipe da área de Responsabilidade social, na gestão cada dia mais transparente do planejamento de ações e no repasse de incentivos a iniciativas como esta de hoje, que ampara de forma tão competente e carinhosa, mulheres na prevenção e combate ao câncer,” finalizou.

A destinação dos recursos integra o Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon), do Ministério da Saúde, que está inserido na Política de Responsabilidade Social da Celesc. Visando maximizar o seu impacto social, a empresa busca promover o desenvolvimento da sociedade na qual está inserida. Em 2021, a rede realizou 20 mil atendimentos às mulheres que necessitam de apoio no Estado e no Brasil. No começo de 2020, inscrevemos a rede no Pronon, fomos aceitos e fizemos o projeto em 2021. 

História da Rede Feminina 

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque foi fundada em 1989. Entre atendimentos como de fisioterapia, auxílio psicológico, encaminhamento para biópsias, consultas, exames preventivos, mamografias e palestras, a rede realizou aproximadamente 20 mil atendimentos e serviços prestados em 2021.

Segundo a fisioterapeuta e coordenadora de projetos de captação da entidade, Adriana Helena da Silva, com o repasse recebido por incentivos fiscais, a entidade pretende ampliar a carga horária de profissionais como médicos, enfermeiros e psicólogos, além de adquirir mais materiais para exames.  Com isso, a expectativa é dobrar o número de atendimentos em 2022.

Publicidade
Últimas notícias

Brusque Basquete larga com vitória na Taça FCB; jogos seguem no final de semana

A equipe do Brusque Basquete/FME/Aradefe estreou com vitória na Taça FCB de Basquete Adulto. Jogando na Arena Brusque, o...
Publicidade
WhatsApp chat