Novos residentes de medicina passam a integrar a Rede Municipal de Saúde

Publicidade
Utilidade pública

Na manhã desta quinta-feira (03), foram recebidos no auditório da Secretaria de Saúde, os novos residentes de Medicina de Família e Comunidade da SES/SC. Eles iniciam na próxima semana a atuação na Estratégia Saúde da Família (ESF), do Rio Branco pelo período de dois anos.

O diretor-geral, Wagner Dantas, deu as boas-vindas aos residentes. “Estamos muito felizes com a presença de vocês, e juntos vamos fazer o bem pela comunidade. Com certeza cada um somará, muito para a sequência do trabalho que fizemos na Secretaria”.

A diretora de Atenção Básica, Camila Souza, também acompanhou o encontro e destacou a importância da presença dos profissionais. “Sejam muito bem-vindos, aguardávamos vocês com muita expectativa. Nossa equipe estará à disposição para apoiar”. Serão dois novos residentes e um tutor.

Durante a recepção, a coordenadora de Atenção Básica, Rafaela Lopes Doria, apresentou as estruturas de gestão e funcionamento da Rede Municipal de Saúde. “É notório o avanço da Atenção Primária à Saúde (APS) a partir da inserção de residentes em medicina de família e comunidade. A residência transforma não só os próprios profissionais residentes, mas os profissionais da equipe da UBS, a comunidade local e todo o município, fortalecendo ainda mais os atributos essenciais da APS. A chegada dos novos residentes reforça a rede de saúde do município que preza pelas experiências de ensino em serviço”.

Expectativa dos novos residentes

Representando os novos residentes, Erick Erich Ken Yoshida, disse que as boas referências de organização do sistema de saúde foram importantes para escolher Brusque. “Me senti muito acolhido, foi a primeira vez que vim para Brusque, pretendo aprender muito e aplicar o que eu já sei. Brusque chamou a atenção porque eu atuava em Itajaí, os pacientes que foram morar lá falavam muito bem do sistema”. Natural do Paraná, Erick é formado na na Universidade Federal do Amazonas. Se somam a ele, Cleana Caramori De Bortoli e o tutor, Pablo Oliveira.

Quem já trabalha na residência

Desde 2021, atua na residência em Brusque, a médica Giovanna Pinto, que destaca a importância desse processo. “É muito importante para a região que este trabalho seja desenvolvido, que capacita esses profissionais. Estamos bem empolgados, é uma forma de trazer mais conhecimento, e desenvolvimento para saúde local”.

Giovanna salientou a forma de atendimento. “É um cuidado diferenciado, é centrado na pessoa, não somente nos problemas de saúde. A pessoa não é vista somente como um ser doente, mas como um ser que atua em sociedade, em comunidade, que também pode ter problemas sociais e tudo isso é levado em conta”.

Também desde o ano passado atuam na rede, Ricardo Kemmer e Patrícia Carrion de Freitas.

Publicidade
Últimas notícias

Hospital Azambuja alerta nova modalidade de golpe em nome da instituição

O Hospital Azambuja alerta a população de Brusque e região para novas tentativas de golpes, utilizando o nome da...
Publicidade
WhatsApp chat