Palestra aborda sobre Maio Amarelo e segurança no trânsito

Publicidade
Utilidade pública

Os quatro elementos para a segurança no trânsito foi tema de palestra alusiva ao Maio Amarelo e realizada na noite desta terça-feira, 24, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque e região (SINTRICOMB). O evento foi organizado pela entidade em parceria com o Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário (SINDUSCON) e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Material Plástico (SINTIPLASQUI).

A palestra foi ministrada pelo ex-secretário de Trânsito e Mobilidade da Prefeitura de Brusque, Paulinho Sestrem. Durante cerca de duas horas, ele abordou quais são estes elementos e a importância da conscientização tanto de motoristas, motociclistas, ciclista se pedestres. Somente este ano, foram 11 mortes de pessoas nas ruas de Brusque em função de acidentes de trânsito.

“É um tema que faz parte da vida de todos. Estamos envolvidos nele desde a hora que acordamos. Relembramos algumas dicas aqui, hoje, não só para o Maio Amarelo. Sabemos que um dos maiores problemas da segurança pública hoje em dia é o trânsito”, destacou Sestrem na ocasião.

O presidente do SINDUSCON, Ralf Maschio e Silva, afirma que o tema é relevante e ficou surpreso com dados apresentados quanto ao número de mortes nas ruas de Brusque. Isso apenas em 2022, metade de todo o ano de 2021, quando foram registradas 20 vidas perdidas naquele período.

“A nossa cidade dependente muito de um sistema de transporte, principalmente a motocicleta, que acaba gerando muitos acidentes”, disse ele ao término do evento.

Já o presidente do SINTIPLASQUI, Ednaldo Pedro Antonio, afirmou que o tema do trânsito está diretamente ligado às ações das entidades sindicais, pelo fato de os trabalhadores utilizarem meios como carros e motos para seus deslocamentos. Por isso, avaliou ele, é importante debater o assunto sempre que possível.

“O evento hoje foi importante para termos consciência de alguns dados e algumas situações que ocorrem no trânsito e ficarmos cada vez mais atentos”, destacou ele.

O presidente do SINTRICOMB, Izaias Otaviano, citou que muitos dos trabalhadores da categoria utiliza veículos como as motos para o transporte. De acordo com dados de setores ligados à segurança pública, como a Polícia Militar, a maior parte das vítimas de acidentes, principalmente fatais, é de pessoas que trafega em motos.

“Temos muitos acidentes de trajeto, nos quais trabalhadores perdem as vidas quando estão voltando para casa ou indo trabalhar. Sabemos que a responsabilidade também é da entidade sindical, de orientar, de qualificar e falar do tema. Por isso que puxamos esse tema do Maio Amarelo”, pontuou ele.

Publicidade
Últimas notícias

Barateiro Havan Futsal finaliza preparação para duelo contra o Stein Futsal

Após perder em casa por 1 a 0 no último sábado (2), diante do Cianorte (PR), a equipe do...
Publicidade
WhatsApp chat