24.9 C
Brusque
terça-feira, fevereiro 20, 2024
InícioNotíciasEducaçãoAlunos do 4º Ano lançam livros com histórias próprias

Alunos do 4º Ano lançam livros com histórias próprias

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

“Quando recebemos a notícia sobre escrever um livro, ficamos ansiosos, porque não tínhamos experiência nenhuma em como fazer”. A frase espontânea é de Mateus Bittelbrunn, 10 anos, um dos 53 autores que formam as três turmas do 4º Ano do Ensino Fundamental do Colégio São Luiz. A experiência de escrever e ilustrar um livro foi inédita para todos, assim como a emoção compartilhada na noite de lançamento e de autógrafos, nesta quinta-feira, 27 de outubro, no ginásio do colégio.

Depois de alguns meses aprendendo sobre gêneros literários, investindo na leitura e treinando a escrita, não faltou inspiração e criatividade para desenvolver as próprias histórias. “Mesmo tão jovens, fomos capazes de fazer algo tão grande. Foi muito divertido esse processo, de poder compartilhar com as nossas famílias e, talvez no futuro, com os nossos filhos, netos ou até sobrinhos”, projeta Mateus, escolhendo palavras tão puras e presentes no vocabulário de quem se aventura pelo poder transformador da imaginação.

Futuros escritores

O Secretário Geral do Colégio São Luiz, padre Silvano Borba, explica que a leitura é uma forte aliada na geração do conhecimento e permite a ampliação do pensamento para novos horizontes. “Neste sentido, escrever sobre a própria vida é uma maneira de deixar registrado fatos e elementos que são significativos. Ainda que nossos autores de hoje sejam tão pequenos, acreditamos que possam se tornar grandes escritores no futuro, a partir desta motivação”, afirma.

Segundo ele, escrever sobre a história escolhida foi só a parte final do projeto, antecedida por informações e orientações técnicas, de planejamento e elaboração. A família também participou deste processo. “O São Luiz sempre prezou pela presença da família na escola e acredita que este envolvimento também favorece o desenvolvimento dos alunos”, enfatiza.

Valores humanos

A coordenadora do Ensino Fundamental 1, Silvana Kunel Pereira, destaca que as histórias produzidas foram inspiradas no Projeto Coração Aberto e Solidário, mantido pelo colégio. Desta forma, os alunos puderam criar suas próprias narrativas a partir de valores como o respeito, amizade, união, entre outros. “O ganho aparece na leitura, na escrita e na riqueza do vocabulário. Eles conhecem diferentes gêneros literários e vivem a experiência de um autor que escreve e ilustra o próprio livro”, conta Silvana.

Gratidão

A autora Laura Fischer Muller, 9 anos, fez questão de agradecer aos professores que a orientaram em todas as etapas do projeto. “Recebemos o incentivo da nossa professora e de nossos pais para a construção do nosso livro. Por acreditar que é possível mudar a relação das pessoas com a leitura, e por estimularem de todas as formas a escrita, a nossa eterna gratidão!
Para a estudante Lena Cherop Sego Zabala, a gratidão deve ser exercida pelo simples fato de se ler, já que o hábito estimula o raciocínio, aprimora a capacidade interpretativa, desenvolve a criatividade, a comunicação e o senso crítico.

Publicidade
WhatsApp chat