19.7 C
Brusque
quarta-feira, maio 22, 2024
InícioNotíciasSegurança PúblicaGoverno cria gabinete de crise para atender deslizamentos na BR-376

Governo cria gabinete de crise para atender deslizamentos na BR-376

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

O Governador do Estado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior determinou, na manhã desta terça-feira (29), a criação de um gabinete de crise para concentrar a tomada de decisões e atendimento às vítimas dos deslizamentos de terra na BR-376 e nas demais rodovias do Paraná, causados pelas chuvas intensas que atingem o Estado ao longo do mês.

Ratinho Junior também pediu para a Casa Civil um decreto emergencial para garantir a estrutura e os equipamentos para fazer o resgate das vítimas e trabalhar na desobstrução das vias.

Governo cria gabinete de crise para atender deslizamentos na BR-376 e demais rodovias do Paraná –
(Foto: Jonathan Campos/AEN)

“Esse gabinete de crise vai nos ajudar a ter agilidade nessas respostas, além de atender as vítimas da melhor forma possível. O trabalho será coordenado pelas forças de segurança”, disse Ratinho Junior.

“Estamos junto das famílias atingidas nesta tragédia. O Governo do Estado não vai medir esforços para garantir rapidez no atendimento”, complementou. Segundo ele, esse gabinete de crise vai manter a população informada diariamente sobre a situação.

O gabinete é formado pelas Secretarias de Estado da Infraestrutura e Logística e Segurança Pública, com participação de integrantes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Científica, Polícia Civil, Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A atenção maior é com a BR-376. Equipes estão no local realizando atendimento após o deslizamento que ocorreu por volta das 19h da segunda-feira (28), atingindo um trecho de aproximadamente 200 metros, nos dois lados da pista, na altura do km 669, em Guaratuba, no Litoral do Estado. Informações preliminares estimam que seis carretas e 15 veículos de passeio foram arrastados pela lama.

Policiais militares, bombeiros e equipes da Defesa Civil do Paraná já iniciaram o atendimento no local na noite de segunda-feira, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal e a concessionária Arteris Litoral Sul.

Tragédia na BR-376

O Corpo de Bombeiros de Santa Catarina também está auxiliando as forças estaduais e federais. Além disso, a Força-Tarefa está em sobreaviso desde ontem, às 21h, aguardando convocação, seja para adicionar mão de obra especializada, seja substituir as equipes que estão de serviço no local.

“Essa é uma operação complicada, de grande risco para quem está no local realizando ações de resgates. A cena deve ser bem controlada para evitarmos uma nova tragédia”, destacou o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina em comunicado oficial.

Polícia divulga número de telefone para familiares em busca de desaparecidos

A Polícia Científica do Paraná (PCP) disponibilizou um telefone para atendimento de familiares das vítimas do deslizamento na BR-376. As famílias poderão entrar em contato pelo (41) 3361-7242, fornecendo informações que possam auxiliar a polícia a identificar as vítimas.

Ainda não há informações de quantas pessoas estão desaparecidas. — Foto: Reprodução

Acesso interditado e rotas alternativas

A ligação entre o Paraná e Santa Catarina pela BR-376 foi interditada e, por conta do deslizamento, polícia e concessionária estabeleceram bloqueios de segurança nos seguintes pontos:

  • Praça de pedágio de São José dos Pinhais (PR), no km 635 da BR-376;
  • Unidade operacional da PRF em Tijucas do Sul (PR), no km 662 da BR-376;
  • Praça de pedágio de Garuva (SC), no km 1,3 da BR-101.

No último ponto, já em Santa Catarina, a polícia informou haver filas com mais de oito quilômetros.

A concessionária reforçou que motoristas busquem os pontos de retorno. Alguns chegaram a ser abertos durante a noite. Para motoristas próximos aos pontos de bloqueio, há áreas de retorno nos seguintes locais:

BR-376, sentido Santa Catarina

  • Km 635: retorno nos kms 617, 619, 625 e 633;
  • km 662: retorno nos kms 644, 648 e 654;
  • km 669: retorno no km 663.

BR-101 (SC), sentido Curitiba

  • km 1,3: opções de retorno nos kms 27, 25, 20, 14, 10, 6 e 1,8.

A ALS também informou que, no caso de motoristas que precisem seguir viagem entre os estados, as rotas alternativas são via BR-470 e BR-116.

Publicidade
WhatsApp chat