18.7 C
Brusque
terça-feira, maio 21, 2024
InícioNotíciasGeralTelemedicina começa a ser implementada na Saúde de Brusque

Telemedicina começa a ser implementada na Saúde de Brusque

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

Foi assinado, na tarde desta quarta-feira (25), o decreto do projeto Viva Bem Telemedicina, que tem como objetivo a implementação de atendimentos médicos através do telefone celular. O objetivo é facilitar o acesso da população à saúde pública de qualidade, através do uso da tecnologia.

O decreto foi assinado pelo prefeito André Vechi, pela secretária de Saúde, Thayse Rosa; e pelo vice-prefeito Deco Batisti. O diretor-geral da Secretaria de Saúde, Victor Marcelino de Almeida Sardo; e o presidente da Câmara de Vereadores, Cacá Tavares, também deixaram suas rubricas como testemunhas.

Em um primeiro momento, o projeto será aplicado para a área de especialidades do município, área onde há uma grande dificuldade em encontrar profissionais médicos. Posteriormente, a telemedicina deve avançar em outras áreas da Rede Municipal de Saúde.

Em sua fala, o prefeito André Vechi destacou o alto índice de resolutividade através da medicina, que ultrapassa os 92%. “Esta será mais uma solução para a Saúde no município, com inovação e tecnologia. Nesse sentimento, regulamentamos a telemedicina, para que possamos iniciar esse tipo de atendimento ao cidadão. A gente tem uma falta de médicos na Rede, então isso se aplica à equipe, já que o médico pode atender de qualquer lugar do país”.

As operações do serviço passarão a funcionar a partir do mês de novembro, e os primeiros passos serão os encaminhamentos dos pacientes em filas de espera aos serviços especializados, seguindo as vagas do Sistema Único de Saúde (SUS). “É um grande avanço que teremos, diminuindo a grande fila de mais de 40 mil pacientes. Esse serviço vem para completar o que já realizamos na saúde no município”, destaca o prefeito.

Os pacientes selecionados para serem atendidos via telemedicina poderão optar por realizar a consulta em casa, através de um aplicativo. Se preferir, ou se por algum motivo não tiver acesso a telefone celular, o cidadão poderá ir até a Policlínica, onde terá uma sala destinada aos atendimentos com todas as ferramentas necessárias disponíveis.

A secretária de Saúde, Thayse Rosa, comentou sobre a promoção da acessibilidade através da telemedicina. “Daremos acesso a quem está há muito tempo na fila esperando uma consulta, e dar vazão, para que eles possam ser acompanhados e façam seu tratamento de forma rápida. É um sistema inovador, vai aumentar o número de médicos no município, conseguindo triplicar o número de especialistas na Rede, fazendo com que a fila ande”, finaliza.

Publicidade
WhatsApp chat