19.6 C
Brusque
sábado, junho 22, 2024
InícioNotíciasTrânsitoVeículos colidem na rodovia Antônio Heil, um deles pega fogo e duas...

Veículos colidem na rodovia Antônio Heil, um deles pega fogo e duas pessoas são presas pela Polícia Militar

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta da meia-noite desta quinta-feira, 30. A ocorrência mobilizou equipes para atender um sinistro de trânsito no perímetro urbano da rodovia Antônio Heil, no bairro Santa Terezinha.

Conforme a 3ª Companhia Militar, no local ocorreu a colisão entre dois veículos. Um deles pegou fogo após a batida. Inicialmente os bombeiros fizeram buscas para saber se tinha vítimas no interior dos automóveis Polo e Duster. Foi constatado que as vítimas já estavam haviam saído do interior dos veículos. O condutor do Polo, um homem de 27 anos, apresentava-se com sinais vitais fora dos padrões de normalidade, fratura de clavícula e andando pelo local do acidente. Foi prestado o atendimento pré-hospitalar e a vítima encaminhada ao hospital.

As demais equipes foram prestar atendimento aos dois ocupantes do veículo Duster. O referido carro estava em chamas. Segundo a 3ª Companhia Militar, os ocupantes da Duster se evadiram do local em um veículo não identificado. A equipe de bombeiros realizou o isolamento do perímetro do sinistro de trânsito.

A Polícia Militar foi acionada para assumir a ocorrência. Conforme o 18º Batalhão, no local os policias depararam-se com um dos veículos totalmente consumido pelas chamas, que na ocasião já haviam sido debeladas pelos bombeiros. Estes por sua vez informaram que durante o atendimento foram desacatados por um homem, ocupante do veículo carbonizado, que após proferir a agressão evadiu-se do local, juntamente com a condutora do referido veículo. Contudo, minutos após, foram localizados e conduzidos à delegacia, onde constatou-se que a mulher havia ingerido bebida alcoólica.

Sendo assim, conforme a PM, a condutora foi autuada em flagrante por conduzir veículo automotor sob o efeito de álcool. O homem recebeu voz de prisão por ter desacatado funcionário público no exercício regular de sua função.

Publicidade
WhatsApp chat