16.6 C
Brusque
segunda-feira, julho 15, 2024
InícioNotíciasEsportesCom reclamação por pênalti, Brusque fica no empate e resultado deixa o...

Com reclamação por pênalti, Brusque fica no empate e resultado deixa o Criciúma campeão Catarinense 2024

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

Vice-campeão catarinense de 2024, o Brusque ficou no empate com o Criciúma, 1 x 1, neste sábado, 06, no Estádio Heriberto Hulse. Apesar da luta em campo, o Marreco não conseguiu levar a decisão para os pênaltis. A igualdade no placar favoreceu o time Carvoeiro, que no jogo de ida venceu pelo placar de 2 x 1, e tinha vantagem de jogar por um resultado de empate na decisão. O Marreco buscou até os últimos minutos a chance de decidir no tiro livre direto (pênaltis), mas, não conseguiu superar o sistema defensivo da equipe da casa.

A dinâmica no final do jogo era típica de toda decisão: no caso em jogo, era ataque do Brusque contra defesa do Criciúma (no contra-ataque). No entanto, a grande final do estadual, que marca o centenário da Federação Catarinense de Futebol, ficará com uma imagem em contestação, à título de julgamentos e opiniões.

Sem considerar que Dentinho pediu um toque de mão aos 40 minutos do primeiro tempo, rechaçado imediatamente pelo árbitro da partida, Ramon Abate Abel, e um segundo lance duvidoso dentro da área. No segundo tempo, aos 42, quando o Tigre segurava a pressão ocorreu de fato o lance que poderia mudar qualquer perspectiva do título, uma vez que em conversão da penalidade, levaria a decisão para o tiro livre direto.

Todavia, ao se tratar de bola rolando, já no primeiro tempo, o Criciúma, novamente, mostrou-se superior, repetindo a ofensividade no jogo de ida. O Marreco, por sua vez, jogou atrapalhado até começar oferecer perigo, somente na segunda etapa. Pelo Criciúma, Higor Meritão acertou forte chute de fora da área e marcou o gol do Tigre.

Na segunda etapa, as equipes disputaram pelo controle da bola, sendo que o Brusque cresceu na partida e começou a ditar o ritmo. Num lance de linha de fundo, entre Potiguar e Alex Ruan, num chute despretensioso de Ruan, o goleiro Gustavo não dominou com firmeza e a bola passou por baixo – na tentativa de tirar do gol, o zagueiro do Criciúma bateu e acertou o goleiro, que resvalou a bola para dentro. Gustavo fez justiça a sua campanha no estadual e fez uma bela de defesa de ponte nos minutos finais, pagando sua dívida com a torcida.

O Brusque, sofrendo com dificuldades técnicas, enfrentando um forte sistema tático do Tigre, começou apresentar perigo após as substituições – embora, a saída de Dentinho possa ser contestada – o jogador estava imprimindo jogadas de linhas de fundo e conclusões de fora da área.

Como o placar não mudou até o apito final, o Criciúma, com a vitória no jogo de ida, e o empate em casa, sagrou-se o campeão catarinense 2024, com o Heriberto Hulse completamente lotado, com público de 18.593 torcedores.

Ficha técnica

Criciúma 1 x 1 Brusque FC

Final – volta
Sábado, 6 de abril de 2024
Estádio Heriberto Hülse
Público total: 18.593
Renda bruta: R$ 493.170

Criciúma: Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Tobias Figueiredo, Marcelo Hermes; Barreto, Meritão; Marquinhos Gabriel, Fellipe Mateus; Eder e Renato Kayzer.
Técnico: Cláudio Tencati

Brusque: Matheus Nogueira; Cristovam, Ianson, Wallace, Alex Ruan; Rodolfo Potiguar, Serrato, Dionísio; Dentinho, Paulinho Moccelin; Guilherme Queiróz.
Técnico: Luizinho Lopes

Gol: Meritão (3′-1ºt); Gustavo (CONTRA 1′-2ºt)

Cartões amarelos: Barreto; Dionísio, Serrato, Rodolfo Potiguar, Luizinho Lopes.

Trio de arbitragem: Ramon Abatti Abel, auxiliado por Thiaggo Americano Labes e Henrique Neu Ribeiro.
Quarto árbitro: Luiz Augusto Silveira Tisne.
Quinto árbitro: Eder Alexandre.
VAR: Rodrigo d’Alonso Ferreira, auxiliado por Helton Nunes e Tais Cristóvão da Silva

Foto/capa: Fotos: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

Publicidade
WhatsApp chat