20.4 C
Brusque
segunda-feira, junho 17, 2024
InícioNotíciasGeralCDL Brusque comemora 55 anos com palestra e homenagens

CDL Brusque comemora 55 anos com palestra e homenagens

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Brusque (CDL Brusque) comemorou na noite de sexta-feira, 7 de junho, seus 55 anos. O evento, realizado no Teatro do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque (Cescb), reuniu associados, convidados e membros da diretoria da entidade para celebrar o trabalho realizado pela CDL ao longo dessas mais de cinco décadas.

Em seu discurso, o presidente da CDL Brusque, Valter Kohler, lembrou da trajetória da entidade, oficializada em 3 de junho de 1969, e ressaltou sua relevância para a comunidade. “A CDL Brusque foi fundada com o desafio de oferecer suporte ao comércio local. Pelo associativismo, fortalecemos as empresas e passamos a oferecer consultas de crédito. Logo, iniciaram também os treinamentos para capacitar lojistas e colaboradores, nas mais diversas áreas. Fortalecemos o setor do comércio e de serviços, em Brusque e Botuverá, e nos tornamos protagonistas neste cenário de economia pujante”, declarou.

Câmara de Dirigentes Lojistas de Brusque (CDL Brusque) comemorou na noite de sexta-feira, 7 de junho, seus 55 anos.(Foto: David T. Silva )

Kohler também destacou a importância dos que passaram pela entidade nestes 55 anos. “Nesta celebração, parabenizo presidentes, diretores, colaboradores e todos os homens e mulheres que fazem parte da história da CDL Brusque. É mérito de todos a conquista de 900 associados, os eventos promovidos, os serviços prestados e o compromisso de manter a entidade alinhada às exigências dos novos tempos”, pontuou.

Presente no evento, o vice-presidente de Assuntos Públicos e Políticos da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL/SC), José Manoel Ramos, ressaltou que o trabalho da CDL Brusque sempre foi uma referência para o estado e para a federação. “Tenho lembranças de muitas ações que, em conjunto com outras CDLs e com a FCDL, foram realizadas aqui em Brusque. Uma delas foi quando fundamos o SPC Santa Catarina, e as primeiras reuniões foram aqui. A CDL Brusque é uma formadora de lideranças e faz um trabalho de extrema importância no estado”.

Também presente no evento, o vice-prefeito de Brusque, André Batisti, o Deco, ressaltou a parceria entre a entidade e o poder público. “A CDL é muito importante para Brusque, desde o apoio ao lojista, até o trabalho em conjunto com o poder público, que contribui para a qualidade de vida do brusquense e para a economia da cidade”, completou.

Homenagem ao primeiro presidente

A noite também foi de homenagem. Aos 90 anos, Antônio Cervi, primeiro presidente da CDL Brusque, recebeu das mãos do atual presidente, Valter Kohler, uma placa em agradecimento aos serviços prestados à entidade.

Cervi recordou que as primeiras reuniões para a criação da CDL em Brusque foram realizadas na antiga Churrascaria Lamin, e reuniram representantes de alguns pequenos comércios da cidade. De acordo com o ex-presidente, no início, a CDL enfrentou dificuldades, e foi até desacreditada, entretanto, logo mostrou a que veio e se tornou uma entidade fundamental para o desenvolvimento da cidade. “A CDL deu muito certo. Fui presidente por um curto período de tempo, mas tenho muito orgulho de ter sido o primeiro. Aquela plantinha que colocamos na terra em 1969, virou árvore e deu frutos. É uma alegria estar aqui hoje, 55 anos depois”, destacou Cervi.

Aos 90 anos, Antônio Cervi, primeiro presidente da CDL Brusque, recebeu das mãos do atual presidente, Valter Kohler, uma placa em agradecimento (Foto:David T. Silva )

“Destruindo o impossível”
A comemoração dos 55 anos da CDL Brusque foi marcada também pela palestra “Destruindo o Impossível”, com o atleta Daniel de Oliveira, ultramaratonista, campeão mundial, recordista pan-americano e um dos únicos a completar todas as distâncias do triathlon.
“Daniel realizou um feito extraordinário: competiu por 23 dias consecutivos no triathlon, nadando por dois dias, pedalando por 11 e correndo por 10 dias, dormindo, no máximo, 4 horas por dia. Escolhemos trazê-lo como palestrante para comemorar os 55 anos da CDL porque ele tem muitas experiências, desafios e superações para compartilhar e que podem inspirar a todos nós na busca pela realização dos nossos sonhos”, ressaltou o presidente da CDL Brusque.

Durante sua palestra, Daniel de Oliveira falou sobre como saiu do anonimato para ser reconhecido internacionalmente nas maiores distâncias do triathlon mundial. “Faço uma analogia entre as dificuldades que passei para realizar os feitos que eu fiz e as habilidades que eu precisei desenvolver para conquistar esses feitos. As pessoas conseguem, através da minha fala, perceber que também enfrentam dificuldades e, a partir delas, podem desenvolver habilidades que não fazem nem ideia que são capazes de desenvolver e, desta forma, transformam as dificuldades em oportunidades de crescimento, tanto na vida pessoal quanto na vida profissional”.

De acordo com o palestrante, o objetivo de viajar o país contando sua trajetória é causar uma revolução na vida das pessoas que conhecem sua história. “O esporte na minha vida foi uma resposta a uma juventude extremamente precária economicamente, culturalmente, fisicamente, onde eu tinha limitações de todos os tipos. Através do esporte, consegui uma libertação como pessoa, como indivíduo, e aí evoluiu para todos os segmentos, o que também se transformou na minha profissão”, comentou.

Daniel de Oliveira, ultramaratonista em palestra comemorativa aos 55 anos da CDL Brusque (Foto: David T. Silva )


O ultramaratonista leva a frase “aquilo que um homem faz o outro pode fazer” como filosofia de vida, e o que o motiva a quebrar recordes e desafiar seus próprios limites. “Sempre que eu sabia que tinha algo que era verdadeiramente difícil, algo que dava ‘um frio na barriga’, fazia tremer as pernas, eu pensava nessa frase e sabia que era essa a direção que tinha que seguir. Continuei fazendo isso e faço até hoje”, ressalta.

O próximo desafio de Daniel será no mês de setembro, na Itália, quando participará de uma prova com uma distância inédita, em busca do recorde mundial e de ter o nome no ‘Guinness World Records’, o livro dos recordes.

Texto: Ideia Comunicação

Publicidade
WhatsApp chat