16.6 C
Brusque
segunda-feira, julho 15, 2024
InícioNotíciasGeralDefesa Civil conclui primeira etapa de atualização das cotas de enchentes em...

Defesa Civil conclui primeira etapa de atualização das cotas de enchentes em Brusque

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

Levantamento foi feito em 357 pontos na cidade; segunda etapa será concluída até janeiro de 2025

A Prefeitura de Brusque, por meio da Defesa Civil, anuncia a conclusão da primeira etapa do estudo de atualização das cotas de cheias da cidade. O levantamento inicial atualizou as cotas até 8,96 metros e será complementado pela segunda etapa, atualmente em desenvolvimento. Esta próxima fase incluirá o levantamento dos pontos não afetados pelo Rio Itajaí Mirim em 17 de novembro de 2023.

“No primeiro momento, tivemos que fazer o levantamento das ruas que foram alagadas pela enchente para documentar o desastre. Marcamos as cotas nas ruas, postes e casas que foram atingidas”, comenta o chefe de vistorias da Defesa Civil, Edevilson Cugiki. “Em seguida, transferimos essas marcas para pontos de cota já existentes, usando o nível topográfico, e também para postes, placas e áreas de domínio público onde pudemos registrar a cota que o rio alcançou”, complementa.

No estudo, observou-se uma alteração significativa das cotas em diversas localidades da cidade, especialmente nos bairros situados a montante (no sentindo da nascente) e a jusante (no sentido da foz) da região central. Nessas áreas, houve uma diminuição das cotas, enquanto na região central da cidade foi registrado um significativo aumento.

Isso significa que, por exemplo, se durante as últimas cheias, o rio tivesse atingido o mesmo pico de 2011 (10,03 metros), ainda assim, menos ruas teriam sido atingidas pela enchente, em comparação àquele evento climático. Sinal explícito das obras mitigatórias de enchente, como os canais extravasores na Beira Rio, que resultaram na ampliação das cotas de cheia.

Cada evento de cheia é único, justificando a necessidade de atualizar as cotas a cada ocorrência significativa, considerando as atuais configurações acima de 7,50 metros. No total, foram levantados 357 pontos de cota. O novo estudo já está disponível no site da Defesa Civil de Brusque em: https://bit.ly/novascotasbrusque.

Publicidade
WhatsApp chat