Comissão vai à Capital em busca de solução para o Cartório de Registro de Imóveis

Serão apresentadas em reunião com Corregedor-Geral do TJSC dificuldades da cidade e preocupação desde a intervenção no Cartório

Outras notícias da semana

Presidente da Câmara de Guabiruba fala sobre início do ano legislativo

Na manhã desta sexta-feira, 15, o Jornal da Diplomata recebeu o presidente da Câmara Municipal de Guabiruba, vereador Cristiano Kormann - Sano, (Progressistas). Ele...

Prefeito visita escolas com vista a volta às aulas presenciais

A ação ocorreu na tarde desta segunda-feira (18) e contou com a secretária de Educação Eliane Busnardo Buemo O prefeito de Brusque, Ari Vequi, e...

Em assembleia, ex-funcionários aceitam proposta de R$ 7,3 milhões para venda de imóvel da Schlösser

O Sintrafite, em parceria com o Sindimestre, realizou a assembleia-geral que definiu a venda do imóvel da Companhia Industrial Schlösser, na manhã de domingo,...

Covid-19: Vacinação em Brusque deve iniciar nesta terça-feira, 19

A Secretaria de Saúde de Brusque reuniu na tarde desta segunda-feira (18), os membros do Comitê Gestor, criado para elaboração do Plano de Contingência...

Uma comitiva, formada por representantes da Câmara de Vereadores e Prefeitura, setor das Construtoras, Imobiliárias e Advogado, irá à Florianópolis na tarde desta quarta-feira, 23, em busca de solução para o Cartório de Registro de Imóveis de Brusque. O local está sob intervenção desde o final de 2018.

O atendimento do Ofício de Registro de Imóveis de Brusque foi suspenso no final de novembro do ano passado, e o motivo seria em decorrência de procedimento administrativo. Naquela época, o Cartório passou a ser ocupado por uma interventora. Conforme o advogado que acompanha o caso, Roberto Pedro Prudêncio Neto, a cidade parou por conta deste fato e não há cumprimento de prazos. Roberto comenta que foi procurado por construtores da cidade que explanaram suas preocupações em torno dos registros.

Por conta disso, uma comitiva, formada pelo advogado, representantes da Câmara de Vereadores e Prefeitura, setor das Construtoras e Imobiliárias, foi montada e irá à Florianópolis nesta tarde, conforme informações reportadas ao Jornal da Diplomata por Robertp Pedro Prudêncio Neto.

“Temos hoje uma situação bastante difícil na cidade de Brusque. Temos 130 mil habitantes e apenas um cartório de registro de imóveis. No final do ano passado esse cartório sofreu uma intervenção, ou seja, os titulares foram afastados, e uma interventora assumiu o cartório desde o ano passado. Estamos passando uma dificuldade muito grande em Brusque porque a cidade parou, paralisou, pois tudo está sendo revisto pela nova interventora”, comenta Roberto, que explana a preocupação com a questão financeira que já afeta o município.

“Não estão sendo ouvidas as partes interessadas. Existe uma questão financeira envolvida muito grande, pois, a prefeitura está deixando de arrecadar, os construtores deixando de transferir, compradores de vender seus imóveis, o vendedor também, então, na verdade, a bomba não estourou ainda porque era entre Natal e Ano Novo, final e inicio de ano, mas agora, como a cidade já está retomando suas atividades, essa problemática virá à tona”, destaca.

Prudêncio também explica que foi procurado pelo representante do setor das construtoras, que relatou todos os fatos e pediu ajuda e auxílio. “Nossa ideia foi fazer contato com o Corregedor-Geral do Estado de Santa Catarina, Desembargador Roberto Pacheco, que é quem detém a pasta que comanda todos os Cartórios extrajudiciais no Estado de Santa Catarina”, explica.

A comissão foi montada. “Foi feito contato com a Câmara de Vereadores, e o vereador Alessandro Simas, como líder do Governo, está indo representar, da Prefeitura de Brusque irá o diretor-presidente do Instituto Brusquense de Planejamento (Ibplan), Rogério dos Santos,  entre outras pessoas que formam a comitiva e que representam setores da cidade, como construtoras e imobiliárias.

“Estamos levando uma pauta para o Desembargador contando tudo o que está acontecendo e já buscando soluções de imediato para serem solucionadas em Brusque, porque a cidade não pode parar”. Para Prudêncio, caso a intervenção se prolongue, a situação se tornará ainda mais críticas, com o município paralisado.

 A comitiva se desloca à Capital do Estado às 14h30 desta quarta-feira, 23 de janeiro, onde será exposto as dificuldades da cidade e preocupação da comitiva, onde será protocolado documento com o pedido de ação e atuação imediata na cidade de Brusque em relação ao Cartório de Registro de Imóveis.

Acompanhe entrevista realizada pelo repórter Jaison Lorenceti!

Últimas postagens

Iniciada imunização de profissionais de saúde nos hospitais de Brusque

Logo após a cerimônia de vacinação dos primeiros brusquenses, realizada no campus da Uniasselvi, na tarde de terça-feira (19), a equipe de vacinadores da...

UNIFEBE Idiomas abre inscrições para cursos de inglês focados em áreas de atuação

Já imaginou aprender um novo idioma com ênfase em áreas de sua afinidade? Estão abertas as inscrições para os cursos de Inglês Iniciante no...

Presidente do Sintrafite fala sobre campanha salarial e atendimentos no setor da saúde para os associados e dependentes

Anibal Boettger, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fiação, Malharia, Tinturaria, Tecelagem e Assemelhados de Brusque e Região fala sobre os objetivos...
Publicidade
WhatsApp chat