Atividades de malabares, pedintes e comércio ambulante em semáforos foi tema do programa Da Hora

Outras notícias da semana

COVID-19: Boletim epidemiológico de 25 de novembro

Brusque registrou nas últimas 24 horas 213 novos casos de Covid-19. Agora, a cidade conta com 8.179 pessoas que já contraíram a doença. Deste...

Presidente da ACAERT fala sobre os 40 anos da entidade

Na manhã desta segunda-feira, 23, o Jornal da Diplomata conversou com Silvano Silva, atual presidente da Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão...

Brusque é derrotado pelo Tombense, em Minas Gerais

O Brusque foi à Tombos, em Minas Gerais, para enfrentar o Tombense pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Brusque começou pressionando, logo aos três...

Aposta de Ribeirão Preto acerta as seis dezenas da Mega-Sena

Uma aposta de Ribeirão (SP) acertou as seis dezenas da Mega-Sena e vai receber o prêmio de R$ 76.128.023,58 milhões. O sorteio foi realizado no...

Pessoas em situação de rua vivem em condições de extrema vulnerabilidade e sobrevivem por meio de doações ou de atividades informais de trabalhos desenvolvidos nas ruas. Esta situação muitas vezes é uma escolha pessoal, e em outras é consequência de diversos fatores como desemprego, fragilidade ou rompimento de vínculos familiares, dependência química.

Nesse sentido a Secretária de Assistência Social criou a campanha: NÃO DÊ ESMOLA, AJUDE A CRIAR OPORTUNIDADE. Conforme explica o secretário Deives da Silva.

Deivis da Silva, secretário de Assistência Social de Brusque.

Aqui temos três situações, que podemos explorar e colocar em debate. A primeira é os pedintes que acabam utilizando o ponto de parada dos semáforos da cidade para pedir dinheiro. Segundo os artistas de rua “malabares” que exercem as mais diversas ações (números). Por último o comércio de ambulantes, com venda de morangos, doces e outros.

Questionamentos

*Os questionamentos são os seguintes: Como seres sociais como lidar com a situação de vulnerabilidade das pessoas que estão solicitando ajuda.

* Sobre os malabares é arte/estilo de vida. Devemos incentivar esse tipo de ação.

* Comércio de Ambulantes: É justo com comerciante convencional (legalizado que paga impostos).

Nos dois primeiros casos a Secretaria de Assistência Social pede para população evitar doar dinheiro e utensílios. Para fazer a diferença é necessário criar ações e esforços que gerem oportunidade reais. Você também pode destinar recursos para o Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS), que investe em serviços, programas e projetos que beneficie essas pessoas.

Entre em contato com a equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), que atende diretamente por meio da abordagem social. Telefone do CREAS – 3350 5705 e no Centro POP 98826 6701.

No caso das pessoas que realizam atividades de malabarismo nos sinais de trânsito, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é o instrumento que impede a realização da prática. “Nenhuma obra ou evento que possa perturbar ou interromper a livre circulação de veículos e pedestres, ou colocar em risco sua segurança, será iniciada sem permissão prévia do órgão ou entidade de trânsito com circunscrição sobre a via”, diz um dos artigos, o qual inclusive estabelece multas de R$ 81,35 a R$ 488,10 em caso de descumprimento.

Comércio de ambulantes em semáforos

Nos casos de pessoas que desenvolve as atividades de comércio de produtos entre os carros e pedestres, com maior frequência nos sinais de trânsito, em Brusque essa atividade é proibida até da Lei Complementar n. º 271, de 19 de dezembro de 2017, que dispõe sobre a comercialização ambulante de alimentos em logradouros, áreas públicas e privadas, por meio de “Food Trucks” e Ambulantes.

Para desenvolver esse tipo de comércio o indivíduo tem que estar legalizado e cumprir diversas normas sanitários. A atividade tem que ser fiscalizada pela prefeitura.

Últimas postagens

Brusque registra o 64º óbito relacionado a Covid-19

Brusque registra o 64º óbito relacionado a Covid-19 A Vigilância em Saúde informa o 64º óbito por Covid-19 em Brusque. Trata-se de um homem de...

COVID-19: Boletim epidemiológico de 27 de novembro

Brusque registrou nas últimas 24 horas 307 novos casos de Covid-19. Agora, a cidade conta com 8.692 pessoas que já contraíram a doença. Deste...

Com rua Poço Fundo interditada, condutores de veículos terão duas opções

Na segunda-feira (30) reiniciam as obras na rua Poço Fundo, onde será feito drenagem, pavimentação asfáltica e passeio. Devido às obras, a rua ficará...

Hospital Azambuja firma parceria com Unimed Brusque para atendimento de clientes sintomáticos respiratórios

O Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux (Hospital Azambuja) firmou nesta semana, uma parceria com a Unimed Brusque, com o objetivo de atender os clientes...

Endorfina – Resultado sorteio 27 de novembro.

Pizza grande, 3 sabores (tradicionais), da Ramalhone Pizzaria: ***Ganhadora: Sirlei Aparecida B. F. Feitosa***
Publicidade
WhatsApp chat